Prefeitura de Canaã vai colocar R$ 145 mil de películas em vidros de escolas

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, medida tem por finalidade controlar claridade e aquecimento térmico nas salas de aula, o que causa desconforto a estudantes e professores
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Tudo certo para que os cerca de 11.500 alunos da rede pública municipal de Canaã dos Carajás comecem o ano letivo de 2020 mais protegidos dos raios solares e da “quentura”, que se abatem sobre a região, principalmente no verão. O governo de Jeová Andrade autorizou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) a contratar uma empresa para instalar películas em vidro das escolas pelo valor estimado em R$ 156.604,03, e a escolhida, a TS dos Santos & Cia, vai realizar o serviço por R$ 145.316,08.

As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu e estão disponíveis no mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Além das escolas, unidades administrativas e órgãos vinculados à Secretaria, como o prédio do Conselho Municipal de Educação, também serão peliculados. Dependendo do espaço, o número de películas instaladas varia de 5 a 104. A empresa contratada terá um mês para entregar o serviço a partir de ordem expressa da Semed.

De acordo com o governo municipal, a contratação tem em vista melhorar a qualidade da oferta dos serviços educacionais. “A Secretaria Municipal de Educação identificou a necessidade de adquirir películas de controle solar, devido às janelas serem todas de vidro, sendo que a claridade e o aquecimento térmico dentro das salas causam desconforto aos educando e aos colaboradores,” argumenta a prefeitura, justificando que as películas devem reduzir de maneira significativa o excesso de luz proveniente da carga solar nas escolas.

No entendimento do governo de Jeová Andrade, as proteções “ajudam também a reduzir o excesso da luz direta que frequentemente interfere no campo de visão de alunos e professores, bem como nas telas dos computadores nos postos de trabalho próximos às janelas”. Rica, a Prefeitura de Canaã previu no orçamento de 2019 aplicar inicialmente R$ 101,4 milhões em educação. O custo das películas é quatro vezes e meia a dotação prevista para a educação especial, de apenas R$ 32 mil.

Publicidade