Polícias Civil e Militar prendem traficantes de drogas em Parauapebas

No sábado (1º), a PM prendeu dois jovens que brigavam no meio da rua por causa de uma "canelada" que um aplicou no outro; neste domingo (2), a PC pegou um casal que guardava droga até no telhado da casa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Drogas e outros objetos encontrados na casa do casal

Continua depois da publicidade

Em Parauapebas, a Polícia Civil prendeu e autuou em flagrante, por tráfico de drogas, o casal Francisco Freitas dos Santos, 52 anos, e Maria Luciene da Conceição, 45. Os dois foram capturados na madrugada deste domingo (2), por meio de denúncia anônima feita à 20ª Seccional Urbana, dando conta de que, em uma casa da Quadra 13 do Bairro Vila Nova, um ponto de venda de entorpecentes estava funcionando a todo vapor.

Com base nas informações, uma equipe formada pelos investigadores Abraão e Rodrigo, e pelo escrivão Leonardo, por volta das 2h30, fez uma abordagem no local e prendeu Maria Luciene e Francisco.

Uma varredura feita no imóvel encontrou seis petecas de crack pesando 5,1 gramas, duas trouxinhas de cocaína, pesando 2,7 gramas, 15 trouxinhas de maconha, pesando 77,9 gramas, balança de precisão, R$ 358 e uma imitação de pistola. Os objetos estavam escondidos em vários locais da casa: espalhado em vários cômodos, por trás do aparelho de TV, dentro de potes de comida e até no telhado do imóvel.

O casal Maria Luciene e Francisco

O casal e o que foi encontrado foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil e entregues ao delegado de plantão Felipe Oliveira, que enquadrou Francisco Freitas dos Santos e Maria Luciene da Conceição nos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico, previstos nos artigos 33 e 34 da Lei Antidrogas (11.343/2006). À Reportagem, o casal disse que é absolutamente inocente e que nem sabe como tudo aquilo foi parar na casa deles. 

Viciado dá “canelada” em traficante e PM prende os dois

Francisco Feitosa da Silva e Michel Silva de Oliveira

Na noite deste sábado (1º), uma guarnição da Polícia Militar prendeu, por volta das 19h30, na Avenida JK, Bairro Rio Verde, os jovens Francisco Feitosa da Silva e Michel Silva de Oliveira que, no meio da rua, trocavam tapas, murros, cotoveladas, rasteiras, pontapés e palavrões, em frente à uma igreja católica. 

Ao perguntarem sobre o motivo da acirrada briga, Francisco disse que vendeu cinco gramas de crack para Michel, porém não recebeu os R$ 20 combinados e sim uma “canelada” do cliente.Ambos foram revistados e, de fato, a droga estava com Michel. Com Francisco nada foi encontrado. Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil, acusados de tráfico de drogas e lesões corporais. (Caetano Silva)

Publicidade