Polícia faz busca e apreensão em casa de servidor da Justiça em Itupiranga

Acusado de vários crimes, ele está proibido de permanecer nas dependências do Fórum daquela cidade até de falar com os colegas de trabalho
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil cumpriu, na manhã desta quarta-feira (4), em Itupiranga, Mandado de Busca e Apreensão, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado, no endereço do servidor José Augusto do Nascimento, do Fórum daquela cidade. Ele é investigado pelos crimes de tráfico de influência, fraude, falsificação de documentos, subtração de processos judiciais, associação criminosa, posse irregular de arma de fogo e de disparos em via pública.

José Augusto, que é funcionário concursado do Judiciário paraense, foi denunciado pela Polícia Civil e, segundo fonte do Blog em Itupiranga, já vinha sendo investigado havia meses. Consta que ele falsificava e vendia sentenças, fazia processos desaparecerem, interferia em questões com outros órgãos públicos e teria, inclusive, prejudicado o cliente de um advogado não identificado. O profissional do Direito, então teria denunciado o suspeito à polícia.         

Augusto, que já foi diretor da Secretaria do Fórum, mediante a ordem judicial está proibido de frequentar o local de trabalho e de manter contato com servidores da Justiça de Itupiranga.

A mesma fonte do Blog disse, inclusive, que o servidor é conhecido na cidade, sempre atendeu com atenção aos que procuravam o Fórum e que foi surpresa, para muitos, saber que ele estava envolvidos em fraudes.   

Publicidade

Relacionados