Polícia Civil prende um foragido da Justiça e dois por tráfico de entorpecentes

Dupla vendia maconha e crack e pode pegar de cinco a 15 anos de cadeia. Foragido cometeu roubo em Jacundá
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Cleber Silva Macedo foi preso ontem (16), pela Polícia Civil, na empresa em que trabalhava, em Parauapebas. O delegado Gabriel Henrique Costa e o investigador Almeida deram voz de prisão ao homem, em cumprimento a Mandado de Prisão expedido pela Vara Única da Comarca de Jacundá, onde ele é acusado de roubo qualificado e associação criminosa.

Também ontem, a Polícia Civil prendeu, em flagrante, em Parauapebas, Daniel de Souza e Ronaldo Tibúrcio Dantas. Eles foram denunciados por vizinhos, que perceberam um entra e sai intenso no endereço da dupla e suspeitaram que no local funcionava um ponto de venda de entorpecentes.

Dito e feito: na casa, os policiais civis encontraram, dentro de um sapato, dez petecas de crack, 12 trouxas de maconha e R$ 270,00. Daniel e Ronaldo receberam voz de prisão e foram enquadrados no artigo 33 da Lei Antidrogas – 11.343/2006: “Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar: reclusão de 5  a 15 anos”.

(Caetano Silva)

Publicidade