Polícia Civil prende dupla que desviou R$ 3 milhões de empresa em que trabalhava

Em março, passado, na primeira fase das investigações, os acusados tiveram diversas contas bloqueadas

Continua depois da publicidade

Alan da Silva Borges, 25 anos, e Mateus da Silva Sousa, 22, foram presos na manhã desta quinta-feira (3) pela Polícia Civil, no Bairro Liberdade, durante a Operação Ponto Cego, em sua segunda etapa. Eles são acusados de, terem desviado cerca de R$ 3 milhões de uma empresa agropecuária de Parauapebas, em que trabalhavam.

A primeira fase da operação aconteceu em 27 de março deste ano, com o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão e bloqueio de valores em diversas contas de Alan e Mateus.

Em coletiva aos meios de comunicação, o diretor da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, delegado Élcio Fidélis de Deus, relatou que, logo após a descoberta do desvio, instaurou inquérito para investigar furto qualificado e lavagem do dinheiro subtraído da empresa.

De acordo com a autoridade, Alan Borges e Mateus Sousa lavavam de alguma forma o dinheiro. A operação ainda terá desdobramentos para apurar algumas situações de compra de gado. Presos preventivamente, eles agora estão à disposição da Justiça.

(Caetano Silva)