Polícia Civil prende acusado de receptação e assassinato em Parauapebas

"Catuaba" foi preso por receptação, mas, na delegacia, acabou confessando o crime de homicídio pelo qual já estava sendo investigado
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil prendeu esta semana Paulo Henrique Reis da Silva, mais conhecido como “Catuaba”. Ele é acusado de receptação, já que estava de posse de uma motocicleta roubada em Imperatriz (MA). Ele também era suspeito de envolvimento no crime de roubo, cometido contra funcionários da Vale.

Entretanto, acabou tendo a prisão preventiva pedida pelo assassinato de Elian Souza, executado na porta de casa, em junho passado, crime pelo qual também estava sendo investigado.

Na delegacia, “Catuaba” confessou o crime de assassinato, alegando que a facção – não disse qual facção – iria matá-lo. Diante disso, a direção da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil considerou que já havia elementos suficientes para representar à Justiça pela prisão preventiva do acusado.

Elian Souza, 19 anos, foi executado com um tiro no peito, na madrugada de 15 de junho último, quando chegava do trabalho. Ele trabalhava em um bar e morava com a mãe, na Rua Esmeralda, Bairro Parque das Nações.

Logo após o crime, a equipe de Homicídios, da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil passou às investigações e levantou que o rapaz teria cometido furtos no bairro em que morava.

(Caetano Silva)

Publicidade

Relacionados