Polícia Civil de Goianésia do Pará captura acusado de execução em maio passado

O preso é acusado de ter participado de um assassinato em que a vítima foi amarrada a uma árvore e fuzilada
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Policiais civis do município de Goianésia do Pará, no sudeste paraense, prenderam, por meio de Mandado de Prisão Preventiva, Rony Nogueira Cabral. Ele é acusado de participação no assassinato Wellington Fernandes da Silva, o Alemão, amarrado a uma árvore e executado a tiros em 3 de maio passado.

A investigação sobre o homicídio que vitimou Alemão teve início no mesmo dia do assassinato, quando populares encontraram o corpo dele amarrado a um tronco de uma árvore numa propriedade rural. A vítima apresentava também diversos ferimentos provocados por arma de fogo e sinais de tortura.

Segundo a autoridade policial, o ponto inicial para chegar aos autores do crime foi o aparelho celular da vítima, onde constavam mensagens e registro de ligações telefônicas. Dois suspeitos foram representados à Justiça de Goianésia do Pará. Um deles, Rony Cabral, preso na manhã de ontem (18).

Além de Rony, a Justiça expediu também Mandado de Prisão Preventiva contra o segundo envolvido na morte. Os policiais cumpriram também três Mandados de Busca e Apreensão.

(Antonio Barroso)