PM estraga festa de aniversário de acusado de assaltos e tráfico

Três comparsas já iam cantar o “Parabéns pra você” para “De Belém”, quando PMs da Rocam chegaram sem ser convidados. A festa seria regada a cannabis sativa reservada para a ocasião
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por volta de meia-noite de ontem, segunda-feira (27), guarnições da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motos) da Polícia Militar, em Parauapebas, prenderam, em flagrante, Breno Felipe Silva, 19 anos, César Robert Moreira Lima, 48,  Igor Rios Reis, 23, e Helder Sanches Nascimento, 18, o “De Belém” (o terceiro da esquerda para a direita na foto). Todos foram acusados de tráfico de entorpecentes.

De acordo com o cabo S. Barros, a PM chegou ao quarteto por meio de denúncia anônima dando conta de que, em determinado endereço do Bairro Caetanópolis, estava havendo uma festa de aniversário, em que o homenageado era De Belém, bastante conhecido da polícia pelos crimes de assalto e tráfico.

De imediato, S. Barros chamou todas as guarnições da Rocam e foi feito um cerco ao local da festa. Ao entrarem na casa, os PMs encontraram nove papelotes de maconha e uma barra da droga, prensada, pesando 160 gramas. A erva seria consumida pelos quatro e demais convidados.

Presos em flagrante, todos foram levados à presença do delegado de plantão na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil. De Belém, o aniversariante, e Breno Silva teriam sido autores de um assalto a um motorista de Uber dois dias atrás. Inclusive, o policial militar apela ao condutor assaltado que compareça à delegacia para que possa reconhecer os acusados.

“Mais uma vez eu agradeço à população, que confia no trabalho da Rocam da PM. E mais uma vez, com o nosso trabalho nas ruas, estamos dando resposta para a sociedade, colocando mais quatro elementos de alta periculosidade à disposição da Justiça”, declara S. Barros.

(Caetano Silva)

Publicidade