Pesquisa da UFPA mostra por que casais permanecem juntos

Continua depois da publicidade

“Aquela esperança de tudo se ajeitar”…As músicas de Chico Buarque de Holanda mostram várias faces de relacionamentos amorosos e inspiraram o título da pesquisa de mestrado de Audrei Alencar. A mestranda em Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará (UFPA) apresenta neste Dia dos Namorados, 12 de junho, sua pesquisa sobre os motivos que levam os casais a permanecer juntos ao longo dos anos, mesmo quando reclamam do companheiro e parecem estar insatisfeitos com a relação.

A partir das 14h, a Pesquisa  Aquela esperança de tudo se ajeitar – Continuidades e descontinuidades nos casamentos será apresentada na sala nº 15 da Pós-Graduação em Ciências Sociais, que fica no segundo andar do prédio do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFPA (IFCH), no Campus Guamá.

A pesquisadora teve contato durante o estudo com várias pessoas casadas e selecionou 13 delas para analisar mais a fundo. Todas as pessoas que fizeram parte da pesquisa estavam casadas no civil e no religioso e estavam juntas há mais de dez anos.

História de vida – Por meio de observações nas casas das pessoas e de conversas com elas, com seus familiares e com amigos, Audrei Alencar observou a história de vida de cada uma e, com isso, também analisou as expectativas e as representações a respeito dos relacionamentos conjugais, antes e depois do casamento, além dos modelos de relacionamento que cada uma conhece e buscou refletir. Foi,  ainda, por meio dessas observações que a pesquisadora procurou descobrir quais fatores interferem na relação e são determinantes para que, apesar das reclamações, as pessoas decidam não se separar.

Segundo a autora da pesquisa, redes sociais, fatores religiosos, familiares e econômicos estão relacionados a esta decisão. “Nos dados divulgados pelo IBGE, no Censo 2010, os filhos eram uma das principais razões para manter relacionamentos, mas, na pesquisa, esse motivo não teve muito destaque entre as pessoas observadas”, adianta Audrei Alencar.

“As pessoas reclamam de seus relacionamentos, mas continuam lá. A ideia do trabalho é saber por que as pessoas permanecem casadas apesar das insatisfações. Vários fatores afetam os relacionamentos, sem que tenham algo a ver, diretamente, com sentimentos. São outros fatores da vida que interferem no relacionamento”, explica a mestranda.

Embora todos os dados não possam ser revelados antes da defesa, a pesquisadora adianta que “há toda um expectativa em torno do casamento, dos filhos, da vivência a dois, do que a mulher deve fazer, do que o homem deve fazer, do que não se pode fazer. As experiências e os relacionamentos amorosos com os quais convivem também têm impacto nessas interpretações e representações”.

Texto: Núcleo de Imprensa e Informação – Assessoria de Comunicação da UFPA

2 comentários em “Pesquisa da UFPA mostra por que casais permanecem juntos

  1. Anônimo Responder

    Os casais permanecem juntos pela afinidade, pelos filhos e por amor também. A paixão passa, mas o amor fica. Dizer que é fácil manter um casamento é mentira. Surgem muitos problemas,às vezes, dá vontade de chutar o pau da barraca, porém, há muitas coisas envolvidas. E quando os filhos ficam adolescentes, o casamento fica difícil, pois os filhos começam ter vontade própria e o pai não quer aceitar isso. É complicado a vida a dois!

  2. Lucas Responder

    Os casais ficam juntos pela seguinte razão:

    PARA OS HOMENS:

    1- A mulher é submissa, e cuidar dos filhos e da familia;
    2- quando a mulher for de nível cultural inferior, ou seja não estudou, não ler, não é informada;
    3- A mulher é literalmente uma escrava do marido;
    4- Quando é espancada, e tratada como lixo

    PARA AS MULHERES

    1- quando o homem tem dinheiro, bens, terras, etc;
    2- Quando o homem é mais novo, mais bonito, mais sex;

    Tai, esses são fatores fundamentais para um casal viver até o fim da vida!

    NÃO EXISTE ESSA COISA DE AMOR! TUDO ISSO É ILUSÃO! AS PESSOAS VIVEM PELO DINHEIRO, PELA BOA VIDA, PELAS MORDOMIAS, PELA ESTABILIDADE FINANCEIRA, PQ TUDO NA VIDA É O DINHEIRO, SÓ EXISTE DUAS COISAS IMPORTANTES NA VIDA:

    Estatisticas afirmam que 98% dos casamentos são frustados, logo após o segundo ano. CASAMENTO É COISA DO DEMONIO… RSRSRSR
    A SAÚDE E O DINHEIRO

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: