Paysandu vence o Ypiranga-RS, em Erechim, na estreia do Campeonato Brasileiro da Série C

Vinícius Leite marcou um golaço no segundo tempo que garantiu os três pontos ao Papão
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas

O Paysandu Sport Club fez sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série C, na tarde e noite deste sábado (27). O time bicolor foi até o Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, no Rio Grande do Sul, e bateu o Ypiranga-RS por 1 a 0, somando os seus três primeiros pontos dentro do Grupo B da concorrida terceira divisão do futebol nacional. A partida foi debaixo de muita chuva.

O gol que garantiu a vitória dos paraenses foi assinalado pelo atacante Vinícius Leite, aos 17 minutos do segundo tempo, quando o jogador do Papão acertou um chutaço de fora da área, sem chances para o goleiro Carlão, do Canarinho gaúcho.

Com o triunfo, o Paysandu foi aos três pontos e no momento é o segundo colocado. O Papão volta a campo pela segunda rodada somente na segunda-feira (6), diante do Tombense-MG, às 20h, no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém.

O jogo: Canarinho 0 x 1 Papão – O Lobo começou com o pé direito em Erechim!

A bola rolou debaixo de muita chuva no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, no Rio Grande do Sul. O Paysandu começou o jogo bem melhor que o adversário e foi logo assustando. O atacante Vinícius Leite fez boa jogada pela direita e cruzou, a zaga do Ypiranga fez o corte providencial, já que Nicolas havia se atirado de carrinho para marcar o gol. Mais uma vez, o Papão chegou: após boa troca de passes, Jhony Douglas cruzou e Nicolas subiu de cabeça; a bola passou tirando a tinta da trave do goleiro Carlão.

Bem à vontade em campo, o time bicolor parecia que estava atuando dentro de casa. Vinícius Leite tabelou bem com Thiago Primão e cruzou para o atacante Paulo Henrique, que bateu de primeira, mas a bola foi em cima do goleiro Carlão. O Canarinho teve uma chance em cobrança de falta: o lateral-direito Wesley tentou cruzar e mandou diretamente para fora.

Depois de troca de passes do time alviceleste, Jhony Douglas tentou surpreender e chutou de fora da área, mas a bola passou por cima da meta do goleiro Carlão. Em um lance no ataque do Papão, Nicolas foi derrubado e o árbitro marcou uma falta quase que frontal para o time paraense. Jhony Douglas cobrou rasteiro, a bola explodiu na barreira e sobrou para Vinícius Leite, que disparou muito alto. Outra chance perdida do Paysandu na partida.

No segundo tempo, o Papão seguiu com o melhor futebol e tentando marcar seu gol. Em uma bola alçada na área, Nicolas cabeceou e mandou para fora, quase o primeiro tento bicolor. Só dava Paysandu: em outra tentativa, agora em cobrança de falta de Bruno Collaço, a bola foi levantada e Nicolas subiu de cabeça novamente, mas o goleiro Carlão defendeu com as pontas dos dedos e mandou para escanteio.

O Ypiranga teve uma falta perigosa cobrada por Nuno, mas o goleiro Mota defendeu e a bola sobrou para Pedro Pires, que se atirou dentro da área e pediu pênalti. O árbitro Luiz Paulo de Moura Pinheiro, do Mato Grosso, não foi na conversa e ainda mostrou o cartão amarelo para o atleta do Canarinho, por simulação. O time da casa teve uma boa oportunidade em cobrança de falta, mas Pedro Pires cobrou em cima de um único jogador do Paysandu na barreira.

Quem marcou mesmo foi o time bicolor: Vinícius Leite carregou bem pelo meio e soltou a bomba de fora da área, o goleiro Carlão foi e não achou nada; aos 17 minutos, 1 a 0 Papão, em Erechim. O gol levou o time gaúcho ao desespero em busca de pelo menos um empate. Quirino fez jogada individual e cruzou, mas, atento, o goleiro Mota defendeu para o time de Belém. Depois de ficar tocando a bola pelo meio, o Ypiranga arriscou com Lima, que resolveu chutar do meio da rua e parou na defesa de Mota.

O Paysandu tentou matar o jogo com Willyam, que chegou na boa para cruzar, mas mandou torto para fora. O Canarinho tentou o empate nos minutos finais. O atacante João Vítor, que havia acabado de entrar, recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e disparou para fora. No lance seguinte, Reinaldo escapou bem pela direita e cruzou para o mesmo João Vítor, que desviou de cabeça para fora, sem levar muito perigo contra a meta bicolor.

No último lance de perigo da partida, o atacante Paulo Rangel, do Papão, tentou pegar o goleiro Carlão de surpresa e chutou por cobertura, mas a bola foi para fora. Placar final: Ypiranga-RS 0 x 1 Paysandu. O Papão estreou com pé direito no Campeonato Brasileiro da Série C e somou os três primeiros pontos na competição nacional.

FICHA TÉCNICA

YPIRANGA-RS: Carlão; Wesley (Reinaldo), Renato, Marcão e Fidélis; Wagner, Fábio, Pedro Pires e Flávio Paulino (João Vítor); Quirino e Nuno (Lima).
Técnico: Fabiano Daitx

PAYSANDU: Mota; Fábio Alemão, Micael, Victor Oliveira e Bruno Collaço; Jhony Douglas, Willyam e Thiago Primão (Marcos Antônio); Vinícius Leite, Nicolas (Wellington Reis) e Paulo Henrique (Paulo Rangel).
Técnico: Léo Condé

Árbitro: Luiz Paulo de Moura Pinheiro (MT)
Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Renan Antônio Angelim Rodrigues (MT)

Cartões amarelos: Pedro Pires e Wagner (Ypiranga); Jhony Douglas, Thiago Primão e Nicolas (Paysandu)
Gol: Vinícius Leite, aos 17 minutos do 2° tempo para o Paysandu

Local: Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, no Rio Grande do Sul

Publicidade

Relacionados