Esportes

Paysandu goleia o Castanhal na Curuzu e dispara na Chave A1 do Campeonato Paraense

Por Fábio Relvas Foto: Fernando Torres / Ascom Paysandu O Paysandu segue embalado após o retorno do técnico Dado Cavalcanti. Na tarde deste domingo (25), o Papão goleou o Castanhal por …

Por Fábio Relvas
Foto: Fernando Torres / Ascom Paysandu

O Paysandu segue embalado após o retorno do técnico Dado Cavalcanti. Na tarde deste domingo (25), o Papão goleou o Castanhal por 4 a 0 no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. Destaque para o atacante Mike e para o lateral-esquerdo Mateus Muller, ambos marcaram duas vezes.

O Paysandu saiu na frente com o gol de Mike, aos 10 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Papão deitou e rolou em cima do adversário, marcando com Mateus Muller, aos 8, Mike, aos 12 e novamente Mateus Muller, aos 14 minutos.

Com o resultado, o Paysandu disparou na liderança da Chave A1 com 16 pontos, já o Castanhal, segue na terceira posição com 7 pontos na Chave A2.

A partida: Papão 4 x 0 Japiim – Fora o baile! 

O Paysandu começou o jogo na pressão. Pedro Carmona cruzou e Mike finalizou de cabeça para o fundo do gol, mas a arbitragem assinalou impedimento. O volante Nando Carandina carregou a bola e mandou o chutaço, mas o goleiro Roger Kath salvou o Castanhal, espalmando para escanteio. O atacante Moisés recebeu passe, driblou a marcação e chutou de longe, a bola passou assustando a meta do Japiim.

De tanto insistir, o Papão chegou lá: o atacante Mike se livrou da marcação e, de fora da área, bateu colocado; a bola morreu no ângulo, golaço! Aos 10 minutos, 1 a 0 para o Paysandu. Mais um lance bicolor aconteceu com perigo quando Willyam tocou para Pedro Carmona; o meia chutou e a bola passou raspando o travessão. Pedro Carmona acabou saindo lesionado de campo, dando lugar a Fábio Matos.

Finalmente o time castanhalense chegou, quando Souza cruzou da esquerda e Dedeco cabeceou para fora. Os atacantes Heré, do Castanhal, e Moisés, do Paysandu, se estranharam em campo e o árbitro Joelson Nazareno Ferreira Cardoso pediu calma aos jogadores. O Japiim começou a arriscar mais: em uma blitz total na área do Papão, Dedeco pegou a sobra e bateu em direção ao gol, mas a bola foi desviada pela defesa.

Com isso, o Paysandu começou a ganhar mais espaço para o contra-ataque e, em um deles, Cassiano deixou Moisés livre para marcar; o atacante bateu para o gol, mas parou na grande defesa do goleiro Roger Kath, perdendo uma chance clara de ampliar o marcador. O árbitro acrescentou mais cinco minutos, mas as duas equipes não conseguiram chegar tanto às metas adversárias e o placar ficou mesmo 1 a 0 para o Papão.

O Castanhal até que começou bem o segundo tempo, dando uma pressão nos donos da casa. A zaga bicolor deu uma cochilada, Júnior Rato cruzou na área para Heré, que sozinho não conseguiu finalizar e acabou escorregando. Depois do lance, o Paysandu começou a dominar outra vez a partida. Após cobrança de escanteio, Cassiano testou com perigo para fora. Em mais um escanteio a favor do Papão, a zaga do Castanhal cortou mal, a bola caiu com Moisés e  passou para Mateus Muller, que dominou e sozinho marcou o segundo gol aos oito minutos: 2 a 0, para a alegria da Fiel Bicolor.

Blitz total do Papão. Em outro escanteio, após bate e rebate na área, o goleiro Roger Kath espalmou e Mike apareceu para completar e correr para o abraço, 3 a 0 Paysandu, aos 12 minutos. A torcida ainda comemorava o terceiro e o time bicolor foi logo ampliando, quando Mateus Muller recebeu na boa e chutou, o goleiro Roger Kath aceitou aos 14 minutos, 4 a 0, fora o baile.

Com o jogo totalmente dominado, a torcida bicolor pediu a entrada do atacante Walter e o técnico Dado Cavalcanti atendeu ao pedido, colocando no posto de Mike. Após pegar um sufoco tremendo, o Japiim conseguiu respirar, e Everson Bilau quase descontou, mas o chute parou na boa defesa do goleiro Marcão. O jogo se encaminhava para o final e o Papão forçou três cartões amarelos: Nando Carandina, Maicon Silva e Cassiano, que receberam o terceiro e ficarão de fora contra o São Raimundo na próxima rodada, mas estarão livres contra o Clube do Remo na rodada posterior. Placar final: Paysandu 4 x 0 Castanhal.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Marcão; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Mateus Muller; Nando Carandina (Cáceres), Willyam e Pedro Carmona (Fábio Matos); Mike (Walter), Moisés e Cassiano.
Técnico: Dado Cavalcanti

CASTANHAL: Roger Kath; Derlan, Rubran, Bernardo e Souza; Guilherme (Everson Bilau), Dadá, Ramon (Fabinho) e Dedeco; Júnior Rato e Heré (Raílson).
Técnico: Lecheva

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso
Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias e Bárbara Roberta Costa Loiola
Quarto-árbitro: Wasley do Couto Leão

Cartões amarelos: Nando Carandina, Maicon Silva e Cassiano (Paysandu)
Gols: Mike, aos 10 minutos do 1º tempo para o Paysandu; Mateus Muller, aos 8, Mike, aos 12, Mateus Muller, aos 14 minutos do 2º tempo para o Paysandu

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém
Renda: R$ 78.645
Pagantes: 2.187
Credenciados: 1.211
Sócios: 2.328
Total de público: 5.726

7ª rodada do Parazão

Águia 2 x 0 Paragominas (Zinho Oliveira)
Paysandu 4 x 0 Castanhal (Curuzu)
São Raimundo 1 x 0 Bragantino (Barbalhão)

Parauapebas x Cametá – Terça-feira (27), às 20h30, no Rosenão
Remo x Independente – Quarta-feira (28), às 20h30, no Mangueirão

Classificação do Parazão 2018

Chave A1
Paysandu: 16 pontos
Bragantino: 12 pontos
Independente: 12 pontos
Águia: 7 pontos
Cametá: 3 pontos

Chave A2
São Raimundo: 13 pontos
Remo: 10 pontos
Castanhal: 7 pontos
Paragominas: 6 pontos
Parauapebas: 5 pontos

Deixe seu comentário