Paysandu goleia o Castanhal na Curuzu e dispara na Chave A1 do Campeonato Paraense

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas
Foto: Fernando Torres / Ascom Paysandu

O Paysandu segue embalado após o retorno do técnico Dado Cavalcanti. Na tarde deste domingo (25), o Papão goleou o Castanhal por 4 a 0 no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. Destaque para o atacante Mike e para o lateral-esquerdo Mateus Muller, ambos marcaram duas vezes.

O Paysandu saiu na frente com o gol de Mike, aos 10 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Papão deitou e rolou em cima do adversário, marcando com Mateus Muller, aos 8, Mike, aos 12 e novamente Mateus Muller, aos 14 minutos.

Com o resultado, o Paysandu disparou na liderança da Chave A1 com 16 pontos, já o Castanhal, segue na terceira posição com 7 pontos na Chave A2.

A partida: Papão 4 x 0 Japiim – Fora o baile! 

O Paysandu começou o jogo na pressão. Pedro Carmona cruzou e Mike finalizou de cabeça para o fundo do gol, mas a arbitragem assinalou impedimento. O volante Nando Carandina carregou a bola e mandou o chutaço, mas o goleiro Roger Kath salvou o Castanhal, espalmando para escanteio. O atacante Moisés recebeu passe, driblou a marcação e chutou de longe, a bola passou assustando a meta do Japiim.

De tanto insistir, o Papão chegou lá: o atacante Mike se livrou da marcação e, de fora da área, bateu colocado; a bola morreu no ângulo, golaço! Aos 10 minutos, 1 a 0 para o Paysandu. Mais um lance bicolor aconteceu com perigo quando Willyam tocou para Pedro Carmona; o meia chutou e a bola passou raspando o travessão. Pedro Carmona acabou saindo lesionado de campo, dando lugar a Fábio Matos.

Finalmente o time castanhalense chegou, quando Souza cruzou da esquerda e Dedeco cabeceou para fora. Os atacantes Heré, do Castanhal, e Moisés, do Paysandu, se estranharam em campo e o árbitro Joelson Nazareno Ferreira Cardoso pediu calma aos jogadores. O Japiim começou a arriscar mais: em uma blitz total na área do Papão, Dedeco pegou a sobra e bateu em direção ao gol, mas a bola foi desviada pela defesa.

Com isso, o Paysandu começou a ganhar mais espaço para o contra-ataque e, em um deles, Cassiano deixou Moisés livre para marcar; o atacante bateu para o gol, mas parou na grande defesa do goleiro Roger Kath, perdendo uma chance clara de ampliar o marcador. O árbitro acrescentou mais cinco minutos, mas as duas equipes não conseguiram chegar tanto às metas adversárias e o placar ficou mesmo 1 a 0 para o Papão.

O Castanhal até que começou bem o segundo tempo, dando uma pressão nos donos da casa. A zaga bicolor deu uma cochilada, Júnior Rato cruzou na área para Heré, que sozinho não conseguiu finalizar e acabou escorregando. Depois do lance, o Paysandu começou a dominar outra vez a partida. Após cobrança de escanteio, Cassiano testou com perigo para fora. Em mais um escanteio a favor do Papão, a zaga do Castanhal cortou mal, a bola caiu com Moisés e  passou para Mateus Muller, que dominou e sozinho marcou o segundo gol aos oito minutos: 2 a 0, para a alegria da Fiel Bicolor.

Blitz total do Papão. Em outro escanteio, após bate e rebate na área, o goleiro Roger Kath espalmou e Mike apareceu para completar e correr para o abraço, 3 a 0 Paysandu, aos 12 minutos. A torcida ainda comemorava o terceiro e o time bicolor foi logo ampliando, quando Mateus Muller recebeu na boa e chutou, o goleiro Roger Kath aceitou aos 14 minutos, 4 a 0, fora o baile.

Com o jogo totalmente dominado, a torcida bicolor pediu a entrada do atacante Walter e o técnico Dado Cavalcanti atendeu ao pedido, colocando no posto de Mike. Após pegar um sufoco tremendo, o Japiim conseguiu respirar, e Everson Bilau quase descontou, mas o chute parou na boa defesa do goleiro Marcão. O jogo se encaminhava para o final e o Papão forçou três cartões amarelos: Nando Carandina, Maicon Silva e Cassiano, que receberam o terceiro e ficarão de fora contra o São Raimundo na próxima rodada, mas estarão livres contra o Clube do Remo na rodada posterior. Placar final: Paysandu 4 x 0 Castanhal.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Marcão; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Mateus Muller; Nando Carandina (Cáceres), Willyam e Pedro Carmona (Fábio Matos); Mike (Walter), Moisés e Cassiano.
Técnico: Dado Cavalcanti

CASTANHAL: Roger Kath; Derlan, Rubran, Bernardo e Souza; Guilherme (Everson Bilau), Dadá, Ramon (Fabinho) e Dedeco; Júnior Rato e Heré (Raílson).
Técnico: Lecheva

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso
Assistentes: Márcio Gleidson Correia Dias e Bárbara Roberta Costa Loiola
Quarto-árbitro: Wasley do Couto Leão

Cartões amarelos: Nando Carandina, Maicon Silva e Cassiano (Paysandu)
Gols: Mike, aos 10 minutos do 1º tempo para o Paysandu; Mateus Muller, aos 8, Mike, aos 12, Mateus Muller, aos 14 minutos do 2º tempo para o Paysandu

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém
Renda: R$ 78.645
Pagantes: 2.187
Credenciados: 1.211
Sócios: 2.328
Total de público: 5.726

7ª rodada do Parazão

Águia 2 x 0 Paragominas (Zinho Oliveira)
Paysandu 4 x 0 Castanhal (Curuzu)
São Raimundo 1 x 0 Bragantino (Barbalhão)

Parauapebas x Cametá – Terça-feira (27), às 20h30, no Rosenão
Remo x Independente – Quarta-feira (28), às 20h30, no Mangueirão

Classificação do Parazão 2018

Chave A1
Paysandu: 16 pontos
Bragantino: 12 pontos
Independente: 12 pontos
Águia: 7 pontos
Cametá: 3 pontos

Chave A2
São Raimundo: 13 pontos
Remo: 10 pontos
Castanhal: 7 pontos
Paragominas: 6 pontos
Parauapebas: 5 pontos

Publicidade

Relacionados