Parceria entre Emater e BID contempla produtores que adotam práticas de redução da emissão de carbono

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para fortalecer a agricultura familiar paraense no âmbito do Projeto Rural Sustentável (PRS), dando acesso aos investimentos em tecnologias de baixa emissão de carbono aos produtores que adotam essas práticas, tem motivado constantes encontros entre os representantes das duas instituições. O último foi realizado no escritório central dia 14/09/15, com presença de Kátia Carvalheiro pelo BID, e pela Emater, Raimundo Ribeiro e Ozias Aquino, assessores técnicos da diretoria executiva. O PRS contempla 10 municípios no Pará: Dom Eliseu, Ipixuna do Pará, Marabá, Medicilândia, Paragominas, Rondon do Pará, Santana do Araguaia, Tailândia, Tomé-Açu e Tucumã.

Entre as ações geradas pelo PRS, tramitam no BID os editais de seleção das Unidades Multiplicadoras e Unidades Demonstrativas, a partir do qual os técnicos credenciados indicarão produtores com potencialidade para execução de ações nas unidades, e que irão receber financeiramente para realizar ações ambientais preconizadas pelo projeto. Alguns técnicos da Emater dos municípios selecionados, já participaram de ações no âmbito do PRS no Pará: A Oficina de Planejamento do PRS, realizada no período de 22 a 24/04/15, no auditório do Centro de Treinamento da Unidade Didática Agroecológica do Nordeste Paraense (UDB), em Bragança; e O Dia de Campo em Marabá, realizado no dia 30/04/15, no PA-Piquiá ,Projeto de Assentamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ocasião em que mais de 100 agricultores familiares, dos assentamentos 26 de Março, Lajedos, Escada Alta, Felicidade, além do próprio Piquiá, participaram.

Fonte: Ascom Emater