Parauapebas: Uepa realiza aula inaugural de Licenciatura Intercultural para indígenas Xikrin do Cateté

A aula para os calouros indígenas foi realizada na Aldeia Xikrin. A turma é formada por 50 alunos, sendo 49 homens e uma mulher
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Na manhã desta sexta-feira (7), a Universidade Estadual do Pará (Uepa) realizou a aula inaugural do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena para os alunos Xikrin do Cateté. A aula foi realizada na reserva do Povo Xikrin, na região de Carajás, em Parauapebas. A turma é formada por 50 indígenas, sendo 49 homens e uma mulher.

A seleção foi realizada entre novembro e dezembro do ano passado. As duas etapas do Processo Seletivo foram realizadas presencialmente, na Escola Indígena de Ensino Fundamental Bep Karotin Xikrin.

A primeira etapa da seleção foi uma prova escrita de redação e, a segunda, uma entrevista. Essa é a primeira turma de graduação superior ofertada para os indígenas da etnia Xikrin do Cateté no Pará.

Segundo a Uepa, a demanda por formar licenciados vem desde 2013, mas só agora houve a possibilidade para a oferta das vagas. “É uma demanda específica, pois é uma solicitação do Povo Xikrin, para que se tenha professores indígenas formados para atuar nas suas escolas”, informa a Uepa.

A turma Xikrin do Cateté conta com o financiamento do Programa Forma Pará. O curso de Licenciatura Intercultural Indígena possui carga horária total de 4.200 horas, distribuída em aulas de 50 minutos, organizada em três grupos que se referem, basicamente, ao conteúdo abordado, à prática pedagógica, estágio supervisionado e ao desenvolvimento do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). A turma deverá se formar em 2025.

Tina DeBord- com informações da Uepa