Parauapebas na era da educação superior

Continua depois da publicidade

O acesso a uma educação de qualidade é um dos pilares da democracia e de uma sociedade desenvolvida. É dentro da sala de aula que estão os alicerces para o progresso, a porta de entrada para o conhecimento que nos leva à qualificação do ser humano. O ápice de todo esse processo é a Universidade. A sociedade que almeja alcançá-lo deve trilhar esse caminho.

Em Parauapebas, centenas de pessoas já conseguiram o passaporte para esta conquista. Desde 2005, por exemplo, 1.500 pessoas já foram diplomadas graças ao investimento maciço que a Prefeitura Municipal de Parauapebas tem feito no ensino superior.

Atualmente, trinta cursos de diversas áreas são ministrados em Parauapebas. A importância que a gestão local dá à implantação de Nível Superior oportuniza a centenas de cidadãos e cidadãs o acesso à universidade gratuita. São 3,7 milhões de reais investidos anualmente.

As instituições de ensino são todas gabaritadas. O município acredita que não basta formar, a qualidade da formação é imprescindível. Por isso, Parauapebas busca nas universidades federais as principais parcerias para a estratégia de criar uma sociedade detentora do conhecimento.

Na Universidade Federal do Pará (UFPA), por exemplo, 640 pessoas já se formaram ou estão matriculadas; A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) já abriu as portas para 460 calouros; A Universidade Aberta do Brasil (UAB) já oportunizou a 150 pessoas realizar o sonho de ingressar na faculdade; e, por meio do Plano Nacional de Professores da Educação Básica (Parfor), Parauapebas também tem garantido a seus educadores que ainda não têm nível superior, a conquista de mais um avanço em suas vidas.

Parauapebas terá campus universitário

A conquista de um campus universitário é, com certeza, passo decisivo para oportunizar a mais pessoas o acesso à faculdade e colocar de vez Parauapebas na era do conhecimento. E o município corre a passos largos rumo a esta vitória.

A construção do campus da Ufra – primeira universidade a fixar raízes definitivamente na cidade – é uma parceria entre o Governo Federal e a prefeitura de Parauapebas. Instalada numa área de 480 mil metros quadrados, será uma estrutura moderna capaz de propiciar a implantação de formas avançadas de agricultura e pecuária no município.

Segundo o prefeito Darci Lermen, a instalação em definitivo de um campus da Ufra não beneficia somente a alunos, mas a todo o município e, principalmente os produtores da região, que hoje já recebem auxílio dos universitários para projetos de agricultura e pecuária.

O reitor da universidade, o professor Sueo Numazawa, diz que, após a implantação do campus, a Ufra pretende ampliar o seu campo de atuação – atualmente oferta apenas cursos da área rural. Sueo pretende trazer para o município os cursos de Nutrição, Enfermagem, Ciências da Computação e Fisioterapia. Sua ambição vai longe: “até dois mil e dezesseis podemos ministrar até 20 cursos”, diz.

Mais Pessoas na Universidade: Instituto Tecnológico Federal coloca de vez Parauapebas na era da educação superior

A boa notícia foi trazida de Brasília por uma comitiva formada pelo prefeito Darci Lermen, alguns secretários e vereadores. Na capital federal, as autoridades do município reuniram-se com Luiz Claudio Costa, secretário de ensino superior do Ministério da Educação (MEC). Do encontro, saíram as diretrizes para a implantação do IFPA em Parauapebas.

A prefeitura doará o terreno para a construção do Instituto que será implantado no quadriênio 2011/2014. Os cursos ofertados pela instituição serão na área de educação e, principalmente, na industrial. De todo modo, segundo o secretário de educação, Raimundo Neto, que esteve na reunião em Brasília junto com o prefeito, a administração municipal estuda a possibilidade de fazer audiências públicas para que a população decida.

“Acho que quem sabe melhor o que é bom para o povo é a sociedade, portanto, não podemos deixar de ouvi-la sobre questão tão importante com esta”, disse Neto.

Na reunião com secretário de ensino superior do MEC também foram postas outras metas para assegurar outra importante conquista: um campus da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). De acordo com o secretário Luiz Claudio Costa, a implantação do Instituto Federal de Educação não inviabiliza a instalação de um campus universitário, embora Parauapebas tenha ficado de fora do projeto inicial.

Darci Lermen já mantém contatos para assegurar mais essa conquista. O deputado federal Claudio Puty (PT) comprometeu-se a fazer uma emenda incluindo Parauapebas no rol de municípios beneficiados.

O prefeito tem se articulado em todos os campos para assegurar (mais uma) universidade para o município. Iniciou conversa também com o reitor do Instituto Federal de Educação do Pará (IFEPA), Edson Ari Fonte. Caso a emenda parlamentar do deputado Puty não prospere – depende da aprovação ainda do Governo Federal – Darci Lermen quer assegurar a inclusão de Parauapebas dentre os municípios beneficiados quando da extensão da Unifesspa.

Cursos

Ciências Contábeis, Geografia, História, Direito, Engenharia Civil, Sistemas de Informação, Filosofia, Ciências Naturais, Jornalismo, Pedagogia, Biologia, Letras, Matemática, Química, Zootecnia e Agronomia são alguns dos cursos em andamento ou já ministrados em Parauapebas.

13 comentários em “Parauapebas na era da educação superior

  1. fã n 1 Responder

    nossa zé essa foi de doer o prefeito professor mais os vereadores professores e secretários professores não conseguiram trazer uma univercidade para k sendo eles pt e o governo federal também pt eu fico pensando aonde nós erramos?e tem mais o leitor que fala que tem que aprovar alunos sem saber ler isso me faz pensar realmente essas universidades seria só para as pessos mais afortunadas que tem condições de pagar um plano de saúde para não usar o sus e também pode pagar uma escola particular talvés a té mesmo a escola do secretário professor é realmente nós estamos num beco sem saída.só nos resta agradecer pelo secretario de saúde não ser medico se não em vez de bele´m quem estaria no jornal nacional era parauapebas vc não acha?a esse secretário de educação professor só está aí porque o prefeito é amigo se não nem que ele comprasse todos os premios de educação nem assim ele continuaria sendo secretário.por isso repito estado de carajás já e eleitores vamos parar de trocar vossos votos por emprego por lote por qualquer coisa vamos votar com consiencia só assim descobrindo politicos melhores para podermos ver dias melhores para nossa cidade nosso estado nosso país.

  2. LEANE GOMES DA SILVA Responder


    CARLAO:

    Louvável a atidude do Prefeito, mas o que dizer das escolas municipais e estaduais que aqui existem. Estarão formando alunos para essas universidades ?; com ensinamentos que os qualifiquem para frequentá-las ?. Quantos parauapebenses conseguirão terminar um curso nessas universidades ?
    Sem uma educação forte no início da vida estudantil, fica muito difícil se chegar a uma universidade dessas, principalmente os que dependem das escolas públicas. O Enem é uma prova disso.


    Nome (obrigatório):

    O COMENTÁRIO DA FUNCIONÁRIA HMP DIZ TUDO A RESPEITO DESTA MENTIRA, OU ATÉ PODE SER VERDADE, PORÉM DE QUE ADIANTA O POVO ESTUDAR SENDO QUE PARA SER LADRÃO, OPA QUER DIZER; POLÍTICO, SECRETÁRIOS, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS…ETC NA MAIORIA DAS VEZES SÓ PRECISA SABER ROU…..OPA QUER DIZER….SABER ESCREVER E LER,,,,,,KKKKKKKKKK OLHA O ZÉ VEM AÍ!!!!

  3. Nome (obrigatório) Responder

    O COMENTÁRIO DA FUNCIONÁRIA HMP DIZ TUDO A RESPEITO DESTA MENTIRA, OU ATÉ PODE SER VERDADE, PORÉM DE QUE ADIANTA O POVO ESTUDAR SENDO QUE PARA SER LADRÃO, OPA QUER DIZER; POLÍTICO, SECRETÁRIOS, FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS…ETC NA MAIORIA DAS VEZES SÓ PRECISA SABER ROU…..OPA QUER DIZER….SABER ESCREVER E LER,,,,,,KKKKKKKKKK OLHA O ZÉ VEM AÍ!!!!

  4. Senna Responder

    Uma região fica fortalecida com a formação de pessoas conscientes do que são capazes. Vejo sim com uma jogada política – o que não é? Vejo inclusive isso tudo com muito atraso, pois, o governo que aí está teve toda a oportunidade de ter aqui já implantado um Campus da UEPA, o PRISE ser realizado aqui em Parauapebas, o Campus da UNIFESSPA que tanto se busca, um Campus da UFPA… Não dá para entender. Era governo de um só partido a nivel Local, Estadual e Federal…
    A qualidade do ensino depende em muito do apoio local, que já faz sim, porém, a formação de professores é fundamental, sem descuidar é claro dos benefícios sociais e do próprio salário desses profissionais.
    Parafraseando Sarte: “não importa o que fizeram de nós, importa o que vamos fazer do que fizeram de nós”

  5. Funcionária HMP Responder

    Sinhor Ze DUDU, esqueci de dizer de outras melhorias importanti.
    Agora temos 02 sercretário de saúde e o apoi integrar da SEFAZ; 02 diretores administrativo no HMP, 01 diretor Gera e 01 Super- intendente da UCIP;
    01 diretor das ações e serviços de Saúde que era diretor da Regiona de Saúde, 01 assistente socia especialista em TFD – Tratamento Fora de Domícilio lá da capitá.
    Ah! aprendi com o secretário pofessor, uma técnica chamada toró de parpite lá nas UBS – Unidade Básica de Saúde, que concluiu que a saúde está BOA desse jeito a curpa é do gestor maior que não investiu em infra-estrutura. hehehehehehhehee!

  6. Antonio Responder

    É sabido por todos que leem/veem/escuta, que já está determinado os lugares que será implantado as universidades e, Parauapebas está fora!!! Já chega de jogada política senhor Darci.

  7. Antonio Responder

    Eu quero ler meu comentário sobre a mentirosa universidade que o prefeito e seu secretário disse que irão implantar nesta cidade. Não quero acreditar que o Sr. zé dudú, compartilha dessa mentira!!!

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Antonio, tenha calma, eu não fico 24 horas na frente do computador esperando você comentar pra aprovar. Quanto ao seu comentário acho-o equivocado e acredito sim que essa situação será revertida, não porque Darci disse, mas porque Parauapebas tem potencial pra receber um campus da UNIFESSPA.

  8. Antonio Responder

    Dhool, de outro mundo!!! Já sabemos que não vem universidade nenhuma para cá, quem eles pensam que irão enganar? Darcilene não engana mais ningém !!! Pois já está determinado os lugares das novas universidades pelo MEC. Isso é de novo jogada política,mas não funcionará. Ahh… e sobre o primeiro comentário(carlão),somos obrigados a aprovar alunos que não sabem ler e nem escrever, pois só assim o Ideb do município alavanca.

  9. CARLAO Responder

    Louvável a atidude do Prefeito, mas o que dizer das escolas municipais e estaduais que aqui existem. Estarão formando alunos para essas universidades ?; com ensinamentos que os qualifiquem para frequentá-las ?. Quantos parauapebenses conseguirão terminar um curso nessas universidades ?
    Sem uma educação forte no início da vida estudantil, fica muito difícil se chegar a uma universidade dessas, principalmente os que dependem das escolas públicas. O Enem é uma prova disso.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: