Parauapebas: De olho em prêmio nacional, Darci garimpa melhores ideias de sua gestão

Gestor soltou portaria mandando criar grupo de trabalho com diversas pastas para que corram atrás de feitos notórios, capazes de torná-lo “Prefeito Empreendedor” entre 5.570 concorrentes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Após um muito bom primeiro mandato, que lhe garantiu reeleição com mais votos que a soma de seus dois principais adversários, o prefeito Darci Lermen agora nem dorme direito pensando em faturar o Prêmio Sebrae “Prefeito Empreendedor”. Entre os 5.568 prefeitos brasileiros e os chefes distritais (de Brasília e Fernando de Noronha), o “loirinho” não quer ser apenas mais um na multidão: ele quer ser “o cara” que tornou Parauapebas, hoje, num dos 40 que mais arrecadam no país, superando 14 capitais de estado.

As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu, que viu um curioso documento dando “sopa” no Diário Oficial do Município (DOM). A Portaria 10, do dia 7 de janeiro, saiu agora e cria um grupo especial de trabalho exclusivo para tratar da 11ª edição do prêmio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O grupo de trabalho terá esforços do Gabinete do Prefeito (Gabin), da Assessoria de Comunicação (Ascom), da Secretaria Especial de Governo (Segov), da Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) e da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) em prol de garimpar ações ou atividades com potencial de reconhecimento de Darci nas áreas de desburocratização, compras governamentais, desenvolvimento econômico, inovação, sustentabilidade, governança, cooperação intermunicipal, entre outros.

O Prêmio Sebrae leva em conta perfis de gestores públicos visionários que tenham implementado projetos com resultados mensuráveis e comprovados de estímulo à formalização, ao desenvolvimento e à competitividade dos pequenos negócios, com base na Lei Complementar nº 123/2006 (Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte), bem como na Lei nº 13.874/19 (Declaração de Direitos de Liberdade Econômica) e nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), contribuindo de forma efetiva para o crescimento econômico, ambiental e social de seu município.

Cartas na manga

Como trunfo, Darci tem diversas iniciativas, e uma delas é o Programa de Saneamento Ambiental de Parauapebas (Prosap), ação transversal que, numa tacada só, tem se mostrado capaz de interligar saneamento básico (um dos grandes eixos do desenvolvimento sustentável), geração de emprego e renda (com Parauapebas entre os líderes de postos de trabalho com carteira assinada nos últimos dois anos) e incentivo à abertura de novos negócios (em decorrência do fomento às compras locais de produtos e serviços por parte de contratadas da prefeitura).

O prefeito de Parauapebas pode celebrar também o aumento da arrecadação em seu primeiro mandato, fruto de peregrinação aos gabinetes de Brasília, para elevar a alíquota da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem), e Belém, para reverter as perdas em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), duas rochas que ele conseguiu mover e fazer jogar dinheiro no caixa do município, tornando-o autossuficiente financeiramente para tocar obras e serviços de apelo social, movimentando Parauapebas e fomentando pequenos negócios locais.

6 comentários em “Parauapebas: De olho em prêmio nacional, Darci garimpa melhores ideias de sua gestão

  1. davidleoneferreirasilva@gmail.com de Responder

    Criar zonas livres de estaciomento no horários de 16:00 as19:00 na solpoente e rio de janeiro carros proibido estacionar.

  2. Francisco Responder

    Só desejo as ruas sem buracos e guardas de trânsito para orientar essa galera que ultrapassa pela direita, especialmente motoqueiros.

    • Rondinele Responder

      Cuidem da cidade, pois as ruas estão só buracos em quase todos os bairros… Depois se preocupem com prêmios.

    • Rondinele Responder

      Essa matéria da impressão que a cidade está muito bem estruturada… Porém a realidade é que a cidade está só buracos, em quase todos os bairros e com muitas vias quase intrafegáveis. Parece não existir Secretaria de Obras. Ou os parlamentares e prefeito não andam de carro na cidade… Triste.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: