Pará lidera PIB industrial no Norte

Relatório da CNI atualizou atividade em todo o país
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Produção industrial do Pará cresceu durante a pandemia

Continua depois da publicidade

Brasília – Na véspera do “Dia da Indústria”, comemorado na terça-feira (25), a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou relatório atualizado da produção industrial nacional, por estado e região. No Norte, o Pará lidera o ranking regional, responsável por 50,7% do PIB da indústria na região, 31% é o peso da indústria na economia paraense, que por sua vez representa 3,5 % do PIB nacional.

Na região, outro destaque é o Amazonas. Segundo a CNI, levando-se em consideração a importância do setor para o PIB (Produto Interno Bruto) de cada Estado, porém, o destaque é o Amazonas, único na qual a indústria representa mais de ⅓ do PIB estadual (34,3%). No Distrito Federal, no outro lado da escala, a indústria é responsável por apenas 4,2% das riquezas produzidas no estado.

A concentração da produção nacional está no Sudeste. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais somam sozinhos mais da metade do PIB do país. Considerando também o Espírito Santo, a região Sudeste concentra 55% da soma de todos os bens e serviços finais produzidos pelo setor.

São Paulo é o Estado que mais ocupa o PIB industrial em uma mesma região. A Unidade Federativa é responsável por 54,2% do indicador no Sudeste.

Segundo a confederação, ainda que a indústria seja responsável por 20,4% das riquezas produzidas no Brasil, responde por 33% do pagamento dos impostos federais, 31,2% da arrecadação previdenciária, 69,2% das exportações brasileiras de bens e serviços e 69,2% do investimento empresarial em pesquisa e desenvolvimento.

O relatório da CNI (leia aqui) foi publicado nesta segunda-feira (24), em celebração ao “Dia da Indústria”.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.

Publicidade