Pará terá três laboratórios de fitoterápicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Estado do Pará sediará três centros de pesquisa e produção de medicamentos à base de plantas nos municípios de Belém, Santarém e Marituba. O projeto de construção dos polos de fitoterápicos em território paraense é financiado pelo Ministério da Saúde e gerido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Como gestora responsável pelo projeto, a Secti está realizando estudos nas áreas que abrigarão os laboratórios. Os polos de Belém e Santarém funcionarão nos limites dos parques tecnológicos do Guamá e do Tapajós, respectivamente.  Já o de Marituba aguarda definição.

O secretário-adjunto da Secti, Alberto Arruda, acredita que o projeto terá grande impacto social, especialmente nos municípios onde serão instalados os laboratórios. “Os remédios produzidos serão distribuídos gratuitamente em postos de saúde, sendo devidamente prescritos por profissionais de saúde habilitados”, explica.

Além da Secti, estão envolvidas diretamente no projeto de criação dos polos a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e Universidade Federal do Pará (UFPA). A expectativa é de que ainda este ano os laboratórios entrem em operação.

Fonte: Agência Pará de Notícias