Ourilândia: Homem mata desafeto a socos após ter sido chicoteado com cinturão

O assassinato se deu em meio a uma bebedeira. Os dois teriam uma inimizade antiga, que acabou em tragédia na madrugada de ontem
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Policiais civil de Ourilândia do Norte prenderam, na tarde de ontem, 31 de maio, em Tucumã, Adriano Barros da Silva. Em meio a uma bebedeira, por volta das 4h da madrugada, ele matou a socos José Evangelista Sousa Fernandes. O crime ocorreu em Ourilândia, mas, logo após o assassinato, Adriano fugiu para o município vizinho, onde foi se esconder em um hotel.

Consta que os dois teriam uma inimizade antiga, que ontem motivou uma briga e acabou na morte de José Evangelista. Entretanto, em vídeo, Adriano diz que agiu “em legítima defesa”, porque Evangelista, de repente, durante a bebedeira, passou a chicoteá-lo com um cinturão e uma das lambadas lhe atingiu o rosto.

O homem foi preso pela equipe do delegado Rafhael Machado, composta pelos investigadores Brito e Vasconcelos, pelo escrivão Ferreira, e autuado por homicídio qualificado.

Por Eleuterio Gomes – de Marabá, com informações do repórter Jucelino Show, de Tucumã

Publicidade