O Nirsô

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um culto advogado mineiro, depois de ler os comentários colhidos no post "Curtas", envia o texto abaixo, solicitando especial atenção da querida leitora Fermina Daza e do, não menos querido, "papagaio".

NÓIS É JECA MAIS NÓIS É JÓIA!!!!!

O gerente de vendas recebeu o seguinte fax de um dos seus novos  vendedores:

"Seo Gomis, o criente de belzonte pidiu mais cuatrucenta pessa.

Faiz favor toma as providenssa.

Abrasso,

Nirso"

Aproximadamente uma hora depois, recebeu outro:

"Seo Gomis, os relatório di venda vai xega atrazado proque to  fexando umas venda. Temo que mandá mais treiz mil pessa. Amanha to xegando.

Abrasso

Nirso"

No dia seguinte:

"Seo Gomis, num xeguei pucausa de que vendi maiz deis mil em beraba.

E to indo prá brazilha."

No outro:

"Seo Gomis, brasilha fexo 20 mil. Vo pra frolinopolis e de la pra sum palo no vinhão das cete hora.

Vai la pra mode mi buscá, na parada dele.

E assim foi o mês inteiro.

O gerente, muito preocupado com a imagem da empresa, levou ao presidente as mensagens que recebeu do vendedor.

O presidente, um homem muito preocupado com o desenvolvimento da empresa, e com a cultura dos funcionários, escutou atentamente o gerente e disse que tomaria as providências necessárias. E tomou. Redigiu de próprio punho um aviso que afixou no mural da empresa, juntamente com os faxes do vendedor:

"A PARTI DE OJE NOIS TUDO VAMO FAZÊ FEITO O NIRSO. SI PRIOCUPÁ MENUS EM INSCREVER SERTO MODI DI VENDÊ MAIS.

ACINADO : O PREZIDENTI.

[ad code=4 align=center]

Publicidade

Posts relacionados