Número de casos de dengue no Pará cai em mais de 17% em 2020

Foram registrados 1.846 casos confirmados. Altamira, Novo Progresso, Belém, Santana do Araguaia e Itaituba são municípios com maior registro da doença.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou nesta sexta-feira (08) os números da dengue registrados em 2020. O Pará teve 1.846 casos confirmados da doença, que representou uma queda de 17,36% em comparação com 2019, quando foram registrados 2.234 casos. O único óbito foi registrado em fevereiro, no município de Uruará. Outros 147 casos ainda estão sendo investigados.

O Informe Epidemiológico da Sespa mostrou ainda que os cinco municípios com mais casos confirmados de dengue são Altamira (292), Novo Progresso (214), Belém (183), Santana do Araguaia (125) e Itaituba (100).

Dos 1.846 casos de dengue, 1.827 foram classificados como dengue, 16 como dengue com sinais de alarme e três como dengue grave.

A coordenadora estadual de Controle da Dengue, Aline Carneiro, ressaltou a importância das secretarias municipais notificarem imediatamente os casos graves e óbitos suspeitos. Pois, a investigação epidemiológica é necessária para confirmação de mortes por dengue, com aplicação do protocolo específico e realização dos exames de sorologia e isolamento viral no Laboratório Central do Estado (Lacen-PA) e Instituto Evandro Chagas (IEC).

“Nós, enquanto Sespa, prosseguimos com a assessoria técnica e apoio aos municípios para o controle dessas três endemias, mas é muito importante que cada família elimine os criadouros do mosquito Aedes aegypti pelo menos da sua própria casa”, disse a coordenadora.

Em 2020, o Lacen-PA e o IEC identificaram três sorotipos de vírus da dengue circulantes no Pará: 30 casos de dengue tipo 1, três casos de dengue tipo 2 e 1 caso de dengue tipo 4.

Houve ainda 152 casos confirmados da chicungunya, representando uma queda de 93,45% em relação a 2019, com 2.322 casos confirmados. Os cinco municípios com mais casos confirmados de Chicungunya são Parauapebas (27), Santarém (26), Belém (25), Bragança (15) e Altamira (13).

Principais medidas de prevenção:

· Manter a caixa d’água, tonéis e barris de água bem fechados;

· Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira fechada;

· Não deixar água acumulada sobre a laje;

· Manter garrafas com boca virada para baixo;

·Acondicionar pneus em locais cobertos;

· Proteger ralos sem tampa com telas finas;

· Encher pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda e lavá-los uma vez por semana.