Número de mortes no trânsito em Parauapebas cai 46,1% no primeiro semestre de 2013

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

imageDe acordo com os dados da Divisão de Controle, Análise e Estatística (Dicaest) do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), o número de mortes no trânsito caiu em Parauapebas 46,1% de janeiro a julho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, refletindo positivamente as ações realizadas pelo DMTT.

Nesse mesmo período, o número total de condutores envolvidos em acidentes caiu 1,2%. Esses dados são ainda mais positivos quando levada em consideração a faixa etária de 31 a 40 anos de idade, cujo número de condutores envolvidos em acidente caiu 11%.

Já os jovens, condutores que se enquadram na faixa etária de 19 a 30 anos, continuam sendo o público que mais se envolve em acidentes de trânsito. Neste caso, dados mostram que houve um crescimento de 8,7% nas ocorrências nessa faixa etária, entre os anos 2012 e 2013.

Estatísticas facilitam atuação do DMTT

Criada pelo DMTT em junho deste ano, a Dicaest tem como objetivo melhor entender a dinâmica do trânsito de Parauapebas e levantar os pontos com necessidade de maior atuação do órgão.

A partir dos relatórios emitidos pelo sistema do qual dispõe a divisão, é possível obter diversas informações, como o número de acidentes por faixa etária, os pontos críticos da cidade com maior número de ocorrências e dessa forma direcionar a atuação do departamento.

“Com esses dados, é possível realizar estudos e pesquisas com o fim de analisar os fatores que geram condições aos acidentes de trânsito”, afirma Syrlei Laurantino, responsável pela Dicaest.

De acordo com os registros do DMTT, os bairros Da Paz, Cidade-Nova e Rio Verde estão entre as localidades com maior índice de acidentes, e por esse motivo recebem fiscalização intensificada.

Os relatórios emitidos pelo sistema são compartilhados com os demais setores do órgão de trânsito do município e publicados mensalmente no portal da Prefeitura de Parauapebas, aqui.

Fonte: ASCOM PMP

Publicidade