Matemáticos apontam Remo e Paysandu como os grandes favoritos para o acesso à Série B

Os rivais entram em campo no próximo domingo e quem vencer pode garantir o acesso antecipado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Paysandu Sport Club e Clube do Remo se enfrentam no próximo domingo (10), às 18h, no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, partida válida pela quinta rodada do Grupo D, o chamado quadrangular do acesso, do Campeonato Brasileiro da Série C. Atualmente, os rivais se encontram na ponta da tabela, ambos com sete pontos, mas o Leão Azul sendo o líder pelo saldo de gols, com dois tentos, contra o saldo zerado do Papão, que está em segundo. O Londrina (PR) tem cinco pontos e o Ypiranga (RS) amarga a lanterna com apenas três pontos.

O certo é que o vencedor do próximo clássico pode conquistar o acesso para à Série B com uma rodada de antecedência, e o perdedor ainda fica com boas possibilidades na última rodada. O Clube do Remo conta com a melhor defesa do Campeonato Brasileiro da Série C, com apenas 14 gols sofridos, graças ao setor consistente e ao goleiro Vinícius, que vem tendo uma grande regularidade na competição e vem mostrando segurança lá atrás.

“Nossa tranquilidade continua a mesma, o nosso foco continua o mesmo. A gente sabe que é muito equilibrado esse quadrangular final da Série C. Os times chegaram nessa fase final não foi à toa. O Re-Pa é muita vontade, muita disputa e esperamos também que seja um jogo que o torcedor possa gostar, de muita qualidade, mas a gente sabe que Remo e Paysandu é sempre muita luta, muita disputa, muita guerra e tem tudo para ser mais um Re-Pa dessa maneira”, afirmou o goleiro Vinícius do Remo, o menos vazado da competição.

Já pelo lado do Paysandu, o atacante Nicolas vem sendo o destaque do time e brigando pela artilharia da competição. O homem de frente bicolor já assinalou nove gols nesta edição da Série C, dois a menos que William Lira, atacante do Ferroviário (CE), que já foi eliminado da disputa. O técnico João Brigatti não vai poder contar com o lateral-direito Tony, que foi expulso do banco de reservas na partida diante do Londrina (PR). Apesar de jogar como lateral-esquerdo, Diego Matos se colocou a disposição para entrar na direita no clássico de domingo.

“A gente sabe que o clássico é sempre um jogo aparte. Sabemos da importância que vai ser esse jogo de domingo e todos no elenco estamos cientes que podemos colocar o nosso nome na história do clube. Vamos entrar focados para conseguir o resultado positivo. Já aconteceu em alguns jogos, quando o Tony estava ausente, tiveram outros esquemas, mas isso eu deixo para o professor decidir qual a escalação que ele vai optar para o jogo de domingo”, disse Diego Matos, lateral-esquerdo do Paysandu.

Segundo os matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Remo e Paysandu têm grandes possiblidades de acesso para à Série B de 2021. O Leão Azul aparece com 82.7% e o Papão da Curuzu com 68.0%. Em relação a disputar a grande final do Campeonato Brasileiro da Série C de 2020, os azulinos surgem com 57.5% de chance, enquanto que os bicolores aparecem com 30.2%.

Por Fábio Relvas / Foto: Samara Miranda