Marabá

Marabá vai usar R$ 880 mil em sinalização turística

Município, que está na categoria B do Mapa do Turismo, é um dos lugares da Região Norte que mais recebem visitantes, principalmente por via aérea, e o principal da região de Carajás.

O prefeito Tião Miranda abriu na última segunda-feira (16) licitação para contratar por até R$ 880 mil uma empresa que confeccione e implante placas de sinalização de orientação turística nas vias de acesso aos atrativos turísticos de Marabá, como locais e monumentos. As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu, que folheou o edital do certame, na modalidade registro de preços, disponível no mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), aqui. O processo é organizado pela Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) e o conhecimento das propostas comerciais acontece no dia 14 de outubro.

De acordo com a prefeitura, o objetivo da aquisição é melhorar a mobilidade e o deslocamento de pessoas e garantir a eficiência e a segurança do sistema viário para os usuários das vias urbanas e rurais, auxiliando-os a atingir os destinos pretendidos. O governo lembra que as placas de sinalização vão estar em linha com os princípios básicos do Guia Brasileiro de Sinalização Turística, que prevê, entre outros, formas e cores dos sinais; letras, tarjas, setas e pictogramas; integridade dos monumentos destacados sem interferência na visualização deles; mensagens visuais curtas para comunicação de deslocamentos; e valorização da sinalização em ambientes fixos e iluminados.

Marabá, cuja sede é a cidade polo da região de Carajás, é berço de negócios e ostenta classificação B no Mapa do Turismo 2019-2021, conforme confirmou o Blog do Zé Dudu por intermédio da página do Programa de Regionalização do Turismo, disponível em. Por isso, a prefeitura local entende como necessário “um planejamento de deslocamento para os turistas, visitantes e população de Marabá” como medida de “incentivo ao turismo local”.

O governo de Tião Miranda defende que a sinalização de orientação turística, com mensagens que contribuem para difusão do conhecimento dos atrativos e para desenvolvimento da atividade turística tem função educativa e indicativa, além de dinamizar o setor turístico e integrar o turista com a paisagem visitada.

No Pará, Marabá será uma das poucas cidades com sinalização turística implantada, ao lado de Belém e Santarém. As três estão entre os municípios paraenses mais visitados, particularmente com chegada por via aérea, já que possuem também os aeroportos que estão entre os mais movimentados da Região Norte, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Deixe seu comentário