Marabá: Homem é executado com tiro na nuca quando seguia de bicicleta para o trabalho

O crime aconteceu por volta de 7h20 desta quinta-feira (20), na BR-230 (Transamazônica). A vítima, que trabalhava como ajudante de pedreiro, já teve envolvimento com o mundo do crime, mas atualmente, segundo o sogro dela, estava levando um vida honesta
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O ajudante de pedreiro Daniel Pereira da Conceição, de 36 anos, foi morto com um tiro na nuca por volta de 7h20 desta quinta-feira (20) em Marabá, no sudeste do Pará. O corpo dele foi encontrado às margens da BR-230 (Rodovia Transamazônica), ao lado da bicicleta que pedalava, na subida de uma ladeira, às proximidades de um motel, sentido ao município de Itupiranga, também no sudeste do estado.

A Polícia Militar foi acionada e, segundo a corporação, o sogro de Daniel, Sebastião Pereira Oliveira, esteve no local e informou que ele seguia para mais um dia de trabalho em um condomínio perto de onde foi executado. O homem informou que o genro já havia se envolvido com o mundo do crime, mas que tinha mudado de vida e atualmente levava uma vida honesta, trabalhando como ajudante de pedreiro para sustentar a família.

De acordo com a PM, no local ninguém soube informar muita coisa, apenas que os assassinos estavam em um carro Celta de cor prata, mas pela forma como a vítima foi morta, com um tiro na nuca, aponta para execução em provável acerto de contas ou vingança.

Segundo o sogro da vítima, Daniel morava no Bairro Independência, no Núcleo Cidade Nova, próximo da casa dele. “Ele ganhava o dinheiro dele e dava para os filhos. Eu via uma mudança muito grande nele”, contou o homem, que disse não ter ideia de quem poderia ter matado seu genro.

O caso será investigado pela Divisão de Homicídios da 21ª Seccional Urbana de Marabá, que esteve no local fazendo os primeiros levantamentos do local de crime.

Foto: Divulgação

Publicidade