Marabá: Cheia já atingiu quase 1.800 famílias e PMM constrói mais abrigos

O Rio Tocantins continua subindo. Nesta quinta (13), às 8h, o nível marcava 12 metros e 36 centímetros, uma elevação de 9 centímetros nas últimas 12 horas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Marabá contratou uma empresa para a construção de novos abrigos. Na Marabá Pioneira, na manhã desta quinta-feira (13), os trabalhadores construíram mais 10 espaços para atender às famílias atingidas pela cheia dos rios Itacaiúnas e Tocantins no bairro. No local, já existiam 15 famílias e foi ampliada para 25.

“Aqui a Defesa Civil vem dando o apoio, está aqui com os trabalhadores para construir os abrigos, mas aqui a comunidade é bem unida e resolvemos também ajudar na construção de mais 10 abrigos e o serviço está indo bem, graças a Deus”, disse Maxivan Moraes, representante do bairro.

O rio Tocantins continua subindo. Nesta quinta (13), às 8 da manhã, o nível marcava 12 metros e 36 centímetros, uma elevação de 9 centímetros nas últimas 12 horas.

O número de famílias atingidas agora é de 1.760, sendo 492 em abrigos e 711 desalojadas, ou seja, foram para casa de parentes e amigos, os demais são famílias ribeirinhas e/ou ilhadas, que ficam no segundo piso das residências e resistem em sair das residências.

A Defesa Civil continua o atendimento da população com o transporte para os abrigos e a doação de cestas básicas de alimentos. As ações de saúde e assistência social também estão sendo efetuadas nos 13 abrigos oficiais da Prefeitura.

O órgão pede que as famílias não esperem a água entrar na residência e que procure o órgão antecipadamente para não ter problemas futuros com móveis e outros bens. “É comum as pessoas procurarem a Defesa Civil só quando a água entra na residência, aí fica difícil o atendimento de imediato, então pedimos que venham fazer o cadastro que todos estão sendo atendidos”, destacou Jairo Milhomem, Coordenador da Defesa Civil do município, lembrando que a Defesa Civil está em novo endereço na Rua 7 de Junho, nº 1020, Marabá Pioneira.

Na Marabá Pioneira, onde estão sendo construídos novos espaços, entre as famílias está a do pescador aposentado Raimundo Coelho de Sousa. “Nós nos unimos e o serviço está indo bem e o pessoal já está mudando e agora já estão mais tranquilos e estou aqui também ajudando”, disse.

“Todos estão trabalhando com garra pra terminar logo porque o rio está vindo rápido e aqui é uma comunidade e vamos atender a todos”, disse Pedro Linca, morador antigo do bairro.

Doações

Quem desejar ajudar as famílias com doações, os pontos oficiais da Prefeitura para arrecadação são a sede da Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários – Seaspac, que fica na Travessa da Fonte, bairro Amapá, Marabá – em frente ao CAP e ao lado do Ministério Público Estadual, e na sede da Defesa Civil Municipal. A arrecadação é das 8 às 16 horas. Os itens prioritários são alimentos não-perecíveis, itens de higiene pessoal, roupas e artigos de cama, mesa e banho.

(Fonte: Secom PMM)