Jucepa abre inscrições para concurso em níveis médio e superior

Ao todo, serão ofertadas 15 vagas efetivas e cadastro reserva. As provas serão aplicadas em 12 de dezembro deste ano
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Foto: Marcelo Sebrae/Ag.Pará

Continua depois da publicidade

A Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa) abriu, nesta quinta-feira (26), as inscrições para o seu concurso público, que oferta vagas em nível superior e médio. Os interessados em participar do certame já podem se inscrever pelo site da Fundação CETAP, organizadora do concurso, até o dia 20 de outubro.

Ao todo, são ofertadas 15 vagas efetivas mais oportunidades em cadastro reserva, sendo 10 para nível superior para os cargos de técnico de administração e finanças, com duas vagas para Administração e uma Contabilidade e sete técnico do registro mercantil classe A nível 1, sendo cinco vagas para Direito e duas técnico de informática e Registro Mercantil; e cinco para nível médio, para Assistente do Registro Mercantil.

As provas estão previstas para o dia 12 de dezembro de 2021. Pela manhã, para os cargos de nível médio e, tarde, para os cargos de nível superior.

Os candidatos serão avaliados em duas etapas, sendo a primeira delas composta por provas objetivas e discursivas. A etapa da prova discursiva terá apenas as redações corrigidas dos candidatos que alcançarem a pontuação mínima exigida na objetiva.

Os aprovados, nos cargos de nível superior, realizarão o exame de títulos. As avaliações ocorrerão em Belém. As contratações serão pelo regime estatutário, que assegura os direitos dos futuros servidores.

Segundo a Jucepa, o último concurso do órgão foi realizado há 12 anos. A seleção foi organizada pela Universidade da Amazônia (Unama) e ofertou 92 vagas distribuídas entre cargos de níveis médio e superior.

As oportunidades foram para Técnico do Registro Mercantil, Técnico de Administração de Finanças, Técnico em Informática do Registro Mercantil, Assistente de Registro Mercantil e Motorista. A jornada de trabalho era de 30 horas semanais.

Tina DeBord – com informações da Jucepa