Itupiranga: PM prende suspeitos de estelionato dentro de banco

Cartões de banco foram encontrados em poder dos acusados. Um deles contou uma versão esfarrapada e depois descobriu-se que ele já foi preso antes por furto e estelionato.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Material apreendido foi apresentado na delegacia de Itupiranga junto com os acusados/Foto: Divulgação

Continua depois da publicidade

Na manhã de hoje (30), policiais militares prenderam dois homens suspeitos de estar aplicando goles em aposentados que tentavam sacar seu benefício na agência do Bradesco de Itupiranga. Uma mulher também estaria agindo em companhia dos dois, mas ela não foi encontrada.

Segundo a guarnição que fez a prisão, um vigilante do banco informou que no interior da agência havia um casal oferecendo ajuda a alguns aposentados para sacarem dinheiro no caixa eletrônico, mas os dois eram na verdade vigaristas que estavam ficando com o dinheiro. Além disso, nas proximidades da agência havia um veículo Gol de cor branca, com placa de Araguaína (TO), supostamente dando apoio aos suspeitos.

De posse das características dos suspeitos, a guarnição chegou rápido ao local para averiguação e encontrou o indivíduo identificado como Patrick Martins Rodrigues da Silva, com as características mencionadas na denúncia e em atitude suspeita, tentando se evadir do local. Foi encontrado com Patrick o valor de R$ 367 em dinheiro, seis cartões de bancos diferentes em seu próprio nome, além de um cartão do Bradesco em nome de Carlos Eduardo Monteiro e um aparelho celular Samsung A20 de cor azul.

Durante a abordagem em Patrick, foi avistado justamente o Gol se evadindo do local, de modo que a guarnição fez o acompanhamento e abordou o veículo, que era conduzido por Anderson Campos do Nascimento. Durante abordagem, foram encontrados no interior do veículo seis cartões de bancos diferentes em nome de Anderson Campos do Nascimento, um aparelho celular Iphone preto, duas máquinas de passar cartão, uma bolsa com três cartões de crédito, uma CNH e documento do veículo em nome de Andreia Campos do Nascimento, além de R$270 em dinheiro e uma agenda.

Anderson relatou aos policiais que estava acompanhado de sua mãe Andreia Campos do Nascimento, que havia ficado nas proximidades do banco. Sendo assim, a guarnição fez buscas, mas a tal mulher não foi localizada. Diante dos fatos, os suspeitos, o veículo e todo o material encontrado foram apresentados na delegacia de Polícia Civil. Foi averiguado que Anderson Nascimento já havia sido preso antes, como suspeito de praticar justamente estelionato e furto.

Publicidade