Inscrições para os cursos do Forma Pará iniciam nesta quarta

Serão ofertadas vagas para os municípios de Abel Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins, Itupiranga, Jacundá, Ourilândia do Norte, Piçarra, Tailândia, Novo Progresso e Rurópolis
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Começam nesta quarta-feira (9), as inscrições do processo seletivo para o preenchimento de 405 vagas em cursos universitários ofertados pelo projeto Forma Pará, desenvolvido pelo governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). Os cursos são realizados em convênio com instituições públicas de ensino superior e prefeituras ou organizações sociais.

Os editais com a oferta das vagas em nove municípios foram publicados na sexta-feira (4), no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), responsável pela realização dos processos seletivos. O edital da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) oferece 315 vagas nos municípios de Abel Figueiredo (Administração – 50 vagas), Bom Jesus do Tocantins (Ciências Contábeis – 50 vagas), Itupiranga (Pedagogia – 50 vagas), Jacundá (Psicologia – 35 vagas), Ourilândia do Norte (Zootecnia – 40 vagas), Piçarra (Medicina Veterinária – 40 vagas) e Tailândia (Engenharia Ambiental – 50 vagas).

Já a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) oferta 90 vagas nos municípios de Novo Progresso (Engenharia Sanitária e Ambiental – 50 vagas) e Rurópolis (Agronomia – 40 vagas). As inscrições para os dois processos seletivos devem ser feitas de 9 setembro a 22 de outubro e a taxa de inscrição é de R$ 80, sendo garantido o pedido de isenção para os candidatos de baixa renda, que podem fazer a solicitação no período de 9 a 18 de setembro.

A realização das prova está prevista para o dia 13 de dezembro, em cada município onde o curso é ofertado. Os dois editais preveem reserva de vagas para cotas sociais e raciais, além de vagas para pessoas com deficiência.

(Tina Santos- com informações Agência Pará)