IBGE reserva 319 vagas para microrregião de Parauapebas

Serão seis oportunidades para agente censitário municipal, 29 para agente supervisor e 284 para recenseador. Os salários variam, mas podem ultrapassar fácil R$ 2.100 por produtividade.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem (5) o número de vagas para o recenseamento geral da população este ano, e nesta sexta-feira (6) o Blog do Zé Dudu fez a contagem do quantitativo de empregos temporários disponibilizados pelo órgão federal na microrregião de Parauapebas. Vão ser 319 no total, sendo 35 para agente censitário e 284 para recenseador distribuídas pelos cinco municípios da região, sendo que no município-sede, Parauapebas, vai se concentrar o maior número de oportunidades.

O cargo de agente censitário, que requer ensino médio completo, é dividido em duas funções. A de agente censitário municipal paga R$ 2.100 mensais e conta com seis oportunidades para a região, sendo duas para Parauapebas e uma para Canaã dos Carajás, Eldorado do Carajás, Água Azul do Norte e Curionópolis. Já a função de agente censitário supervisor remunera em R$ 1.700 e traz 29 vagas distribuídas assim: duas para Água Azul e Curionópolis, três para Canaã e Eldorado e 19 para Parauapebas.

O cargo de recenseador, que exige no mínimo ensino fundamental, é o mais “populoso”. As 284 vagas foram espalhadas por Curionópolis (15), Água Azul (19), Eldorado (25), Canaã (33) e Parauapebas (192). O profissional será remunerado por produtividade, de acordo com o número de domicílios visitados. Na região sudeste do Pará, Marabá vai concentrar o maior número de vagas do IBGE, sendo três para agente censitário municipal, 26 para agente censitário supervisor e 199 para recenseador.

O Blog do Zé Dudu presume que o IBGE deverá encontrar quase 400 mil habitantes na região, com total de habitantes surpreendente nos municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás, para os quais os números estimados anualmente estão, aliás, subnotificados. Os números preliminares do censo 2020, que tem coleta prevista para iniciar em agosto, devem ser conhecidos em dezembro.

Publicidade