Homem é assassinado a pauladas e tem o corpo carbonizado em Parauapebas

Crime aconteceu a 500 metros da Chácara Vale das Águas, onde começou a confusão que culminou no assassinato macabro
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Um homem foi assassinado a pauladas na tarde de sábado (2), na zona rural de Parauapebas, na Chácara Vale das Águas, distante 17 quilômetros da área urbana. Após ter sido eliminado, o corpo dele e a moto em que estava foram queimados. Embora a confusão que gerou o crime tenha começado em um bar, a dona do estabelecimento, Maria do Bom Parto Alves, 37 anos, também conhecida com Gorete, diz não ter visto quase nada, apenas o início do imbróglio, e conta uma história um tanto quanto complicada.

Segundo a mulher, um homem, em uma moto amarela chegou ao bar, logo depois chegou outro em uma moto preta e jogou uma lata de cerveja no rosto do que havia chegado primeiro, o qual ela identifica primeiramente como “Codô”, depois diz que agressor o chamou de Danilo e, por fim, afirma que não conhece nenhum dos dois.

Em seguida ela fala que, assim que começou a confusão, tentou interferir, mas levou um empurrão e pediu para que ambos se retirassem do estabelecimento, no que foi atendida. Daí para frente, Bom Parto diz que não viu mais nada e nega que o crime tenha acontecido no bar, embora a polícia tenha sido informada do contrário.

Indagada sobre o fato de o piso do estabelecimento ter sido lavado antes que a polícia chegasse, Bom Parto afirma que o que lavou ali foi a moto do marido, que chegou suja de lama devido à chuva do dia anterior. Sobre rastros indicando que alguém havia sido arrastado do local, a mulher torna a dizer que nada aconteceu no bar.

O corpo de “Codô” ou Danilo foi encontrado cerca de 500 metros do bar, amarrado e carbonizado, assim como a motocicleta totalmente queimada. Cabe à Polícia Civil investigar para elucidar mais esse crime com características macabras.

Relacionados