Homem baleado na quarta-feira (22) morreu ontem no Hospital Geral de Parauapebas

O baleamento aconteceu na Rua Diamante, Bairro Califórnia, no Complexo VS-10
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Wesley Barros Nogueira, 35 anos de idade, morreu na tarde de quinta-feira (23), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), vítima de baleamento. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e conduzido ao Pronto Socorro do Hospital Municipal (HMP) na noite anterior, ao ser atingido por seis disparos de arma de fogo efetuados por indivíduo não identificado, que estava em um automóvel Renault Duster.  Ao dar entrada no HMP, em estado grave, ele foi encaminhado ao HGP, onde permaneceu até o final da tarde de ontem.

O baleamento aconteceu na Rua Diamante, Bairro Califórnia, no Complexo VS-10. A morte de Wesley Barros Nogueira foi comunicada na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil pela mulher da vítima, que o acompanhou no Hospital Municipal de Parauapebas. Procurada pela Reportagem, ela não quis falar sobre o que aconteceu com o marido.

Segundo a polícia, Wesley Nogueira tinha um histórico de crimes e atualmente trabalhava tomando conta de uma horta. O caso está sendo investigado pela equipe da delegada Yanna de Azevedo, titular do Departamento de Homicídios da 20ª Seccional. Na manhã desta sexta-feira (24), a companheira de Wesley Barros Nogueira foi ouvida pela Polícia Civil, que abriu inquérito policial para apurar o crime.

Nome errado

Embora tenha sido anteriormente identificado como Wesley Barros Nogueira, a vítima, em verdade, se chamava Wesley da Silva Bastos, como levantou a Reportagem do Blog. Ele, inclusive, foi preso em dezembro do ano passado, ao lado de Paulo Sérgio Passos Pereira, ambos acusados de furtar dormentes do ramal ferroviário Serra Sul, da Vale.

(Caetano Silva)