Homem aparentemente transtornado faz criança refém e exige R$ 50 mil para não matá-la

Ele foi dominado por populares e entregue para a polícia e a criança saiu ilesa, pelo menos fisicamente, uma vez que teve grande abalo psicológico
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Populares entregaram para a Polícia Militar o João Cezar Barbosa de Oliveira, Ele foi dominado e desarmado, por volta das 11h30 desta segunda-feira (6), em uma galeria de lojas da Rua E, Bairro Cidade Nova. Por alguns minutos, ele manteve, como refém, um garoto de aproximadamente três anos de idade, com uma tesoura no pescoço da criança, e exigia que lhe entregassem R$ 50 mil, para não matar o menino.

Ouvido pela Reportagem do Blog, o gerente do estabelecimento, Walter Silva, fez questão de deixar claro que “não houve assalto com refém, como está sendo propagado em redes sociais”. Ele contou que uma mulher e o filho, entraram na loja ao mesmo tempo que o homem, que imediatamente retirou de um dos bolsos uma tesoura, segurou a criança passou a exigir a quantia.

Conforme Walter a julgar pela fisionomia, modo de falar e trejeitos de João Cezar, “ele estava embriagado, drogado ou era um psicopata”. “Normal é que ele não estava”, avaliou, contando que, logo depois, ele decidiu ir para a rua, com criança sempre sob ameaça.

Foi quando populares o cercaram, o manietaram e o mantiveram preso até a chegada da PM, cuja guarnição teve de levá-lo ao Hospital Municipal, para que fosse atendido, uma vez que estava com várias escoriações, e depois à Delegacia de Polícia Civil, onde já se encontravam a pequena vítima e a mãe dela.

(Caetano Silva)

%d blogueiros gostam disto: