Notícias

Hidrelétrica de Teles Pires, na divisa do PA com MT, foi aprovada pela Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na última semana, o projeto básico da hidrelétrica de Teles Pires, que será construída entre as cidades de Paranaíta (MT) e Jacareacanga(PA), …

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na última semana, o projeto básico da hidrelétrica de Teles Pires, que será construída entre as cidades de Paranaíta (MT) e Jacareacanga(PA), na área denominada Cachoeira Sete Quedas. O reservatório terá uma área total de 151,8 km² e uma linha de transmissão associada em 500 kV, com sete quilômetros de extensão, a ser construída na margem esquerda do rio. O conjunto de obras deve criar cerca de 6.500 empregos diretos e indiretos.

Com a autorização, a usina que já possui licença de instalação, inicia suas obras. Situada no rio Teles Pires, na divisa entre o Pará e o Mato Grosso, a usina terá 1.820 MW de capacidade instalada e 915,4 MW médios de garantia física, segundo o despacho 3.504, emitido pela Superintendência de Gestão e Estudos Hidroenergéticos (SGH) da Aneel.

A energia da UHE Teles Pires foi negociada no segundo leilão A-5 de 2010, ao preço de R$ 58,36 por MWh. A usina pertence ao consórcio formado por Neoenergia (50,1%), Eletrosul (24,5%), Furnas (24,5%) e Odebrecht Participações (0,9%).  O início da operação comercial da primeira unidade geradora está previsto para 30 de abril de 2015 e R$ 3,6 bilhões devem ser investidos no empreendimento.

Deixe seu comentário