Governo federal inclui Pará em obras prioritárias de infraestrutura

Senador Zequinha Marinho anuncia decisão do governo após audiência com ministro da Infraestrutura
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo federal finalmente resolveu olhar para a Amazônia como solução e não como problema, para alcançar a retomada da economia. Em reunião solicitada pelo senador Zequinha Marinho (PSC-PA), coordenador da Bancada do Pará no Senado, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que obras de infraestrutura no Estado do Pará, a partir de agora, estão entre as prioridades do governo federal.

O encontro em Brasília foi logo após a última reunião do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), realizada na terça (19), na qual ficou decidido que as rodovias BR-155 e BR-158 entrarão para o grupo de prioridades nacionais da União.

Isso quer dizer que até março do ano que vem sairá o estudo de viabilidade para a concessão dessas duas importantes vias. Com a concessão, finalmente essas rodovias vão avançar para a sua conclusão, em condições dignas e seguras para o escoamento da produção de grãos e o transporte de pessoas na região, resgatando uma dívida histórica com o Pará e o Mato Grosso.

“Será o fim dos problemas das pontes da BR-158. Conhecidas como pontes assassinas, onde muitas pessoas, sem alternativa de deslocamento, arriscam-se diariamente e muitas já perderam a vida em razão da precariedade dessas pontes. Há muito lutávamos para que a União pudesse fazer algo para resolver esse problema”, comemorou o senador Zequinha Marinho.

Estratégico

O Pará é visto pelo atual governo como estratégico em seus planos para o desenvolvimento do País. “Com a concessão, que se justifica pela movimentação atual de cargas nessas duas vias, as estradas receberão pavimentação adequada e melhores condições para o transporte”, disse o ministro ao senador.

“O fluxo de carretas que trafegam por essas duas rodovias é tão intenso quanto na BR-163. Merecia mesmo atenção do governo. Que bom que agora será prioridade nacional. Parabéns ao presidente Bolsonaro, ao ministro Tarcísio e a todos os envolvidos por esta decisão”, elogiou Zequinha.

Na reunião, o ministro Gomes de Freitas fez questão de revelar ao senador paraense a fotografia da situação em que se encontra as obras na BR-163 (Cuiabá-Santarém). “A obra está entrando na reta final da pavimentação da rodovia. O governo conclui e deverá inaugurar em dezembro desse ano a pavimentação da rodovia até o porto de Miritituba, no Rio Tapajós, na altura do município de Itaituba. Serão mais 70 km pavimentados, o que impulsionará a economia, escoando a produção agrícola brasileira.”

Também em dezembro, o governo entrega a pavimentação dos 12 km da Transamazônica, a BR-230, no trecho que corta o Pará. Esse era o trecho que ainda estava sem asfalto e que liga Marabá até a margem do Rio Araguaia, na divisa com o Estado do Tocantins.

Além de defender melhores condições nas nossas estradas, o senador ressaltou ao ministro outra obra essencial para o desenvolvimento do estado: “A urgência para que inicie a obra de derrocamento do Pedral do Lourenço. Nos foi informado pelo ministro, que, no último dia 11 de novembro, a empresa contratada para fazer a obra entregou no Dnit – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – os estudos de complementação do Eia/Rima. No ano que vem deverão caminhar juntos os processos para o licenciamento e o projeto executivo da obra”, anunciou o senador após a reunião com o ministro.

“Seguiremos firmes em nosso compromisso de cobrar e lutar para que o Pará seja tratado de acordo com sua importância, conforme o seu tamanho, atendendo todo esse potencial que precisa urgentemente ser transformado em benefícios para a população paraense”, reafirmou o senador paraense.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu, em Brasília (Com informações da Ascom do senador Zequinha Marinho) 

Publicidade