Funcionários do Hospital Regional de Tucuruí protestam contra atraso no pagamento de plantões

Servidores interditaram avenida para pedir a saída da empresa que administra a unidade hospitalar
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

No Dia do Servidor Público, comemorado nesta quarta-feira (28), os funcionários do Hospital Regional de Tucuruí (HRT) realizaram uma manifestação pedindo a saída da empresa OS Instituto Diretrizes, contratada este ano pelo governo do estado para administrar a unidade hospitalar. Com cartazes e faixas, os servidores interditaram por uma hora a Avenida dos Amazônidas, que dá acesso ao hospital.

De acordo com os manifestantes, os plantões de alguns servidores, inclusive médicos, não estariam sendo pagos. Em julho deste ano, médicos do HRT protocolaram requerimento junto ao Ministério Público Estadual denunciando a terceirização da gestão do hospital para a OS Instituto Diretrizes. Segundo os médicos, com a mudança na gestão, os profissionais concursados passaram a receber escalas de plantões e cargas horárias diferentes daquelas praticadas há anos.

O HRT é o único hospital de urgência e emergência de média e alta complexidade da região do lago de Tucuruí e municípios vizinhos, com equipe especializada multidisciplinar. Dos 453 funcionários efetivos, 24 são médicos, clínicos e especialistas, que fizeram o concurso regional na cidade de Tucuruí.

O Blog Zé Dudu entrou em contato com a empresa OS Instituto Diretrizes para comentar a reivindicação de servidores, mas até o fechamento desta reportagem não tivemos resposta.