Foragido da Justiça executado com tiro no pescoço em Parauapebas

Douglas Marchão, 35 anos, foi condenado em Marabá por assalto a mão aramada e estupro. Ele cumpriu parte da pena, passou para o semiaberto, mas voltou a cometer crimes. Hoje sua vida teve fim
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Douglas da Silva Marchão

Continua depois da publicidade

Por volta das 11h desta segunda-feira (6), a Polícia Militar foi chamada para averiguar a informação de um homicídio ocorrido na Rua Talismã, Bairro São Lucas II. Segundo apurou a Reportagem, no local, Douglas da Silva Marchão, de 35 anos de idade, natural de Curionópolis (PA), foi assassinado com um tiro no pescoço. 

Ele era foragido da Justiça, condenado em Marabá pelos crimes de assalto a mão armada e estupro. Em 2017, Douglas foi preso em Foz do Iguaçu (PR). Recambiado para Marabá, ele cumpriu parte da pena e teve progressão. Porém, ao passar ao regime semiaberto, voltou a cometer crimes e contra ele foi decretada regressão cautelar para o regime fechado e recaptura. Desde então, estava foragido.

Atualmente, Douglas Marchão era catador de latinhas e, na hora em que foi morto, caminhava empurrando um carrinho de mão. Segundo testemunhas, foi abordado por dois indivíduos em uma moto prata, instante em que o da garupa efetuou vários tiros contra ele. Douglas chegou a correr, mas não escapou do assassino, que lhe acertou um tiro no lado direito do pescoço. Ele morreu no local.

(Caetano Silva)