Foragido da Justiça de Goiás preso em Tucumã na madrugada deste sábado

Na Delegacia de Polícia Civil ele tentou dar a última cartada para escapar da cadeia: ofereceu meio milhão de reais aos policiais. Não teve sucesso e se incriminou ainda mais
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil do Estado do Pará, por meio da Delegacia de Tucumã, deu cumprimento, na madrugada deste sábado (8), a Mandado de Prisão Preventiva expedido pela Justiça de Goiás, contra Fernando Paiva da Silva. Ele é acusado de ter cometido os crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e uso de documento falso. Ele estava foragido de Goiânia, capital daquele Estado, e escondido no sul do Pará.

Apesar de fugitivo da Justiça, Fernando levava uma vida de luxo, inclusive se deslocando de helicóptero e cercado de mulheres. Ultimamente, ele estava escondido em Tucumã, onde foi preso em um badalado bar da cidade. Na ocasião da captura a conta dele já passava dos R$ 2.300,00. Não se sabe se o valor foi pago ao dono do estabelecimento.

Na Delegacia de Polícia Civil, na tentativa de escapar do peso da lei, Fernando chegou a oferecer R$ 500 mil aos policiais para que fosse liberado. Disse à equipe que poderia desembolsar a elevada quantia para garantir sua liberdade. Por causa da audácia, vai responder também pelo crime de corrupção ativa.

Na continuidade das investigações, policiais da Delegacia de Polícia Civil de Tucumã encontraram no carro de Fernando Paiva da Silva, encontrado somente pela manhã, aproximadamente 2 quilos de entorpecentes, entre maconha, cocaína e crack. Agora, além dos crimes cometidos em Goiânia (GO), de onde estava foragido, ele vai responder também por tráfico de drogas em Tucumã.

Por Eleuterio Gomes – de Marabá, com informações do repórter Jucelino Show, de Tucumã

Publicidade