Equipe do Dnit inicia obras emergenciais para desbloquear Transamazônica

Deslizamento de terra destruiu trecho entre Altamira e Belo Monte
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Brasília – Devido às fortes chuvas que caem na região, um grande acúmulo de água se infiltrou no solo ocasionando um deslizamento que arrastou mais de 150 metros de um trecho da Rodovia Transamazônica (BR-230) na altura do Km 40, entre Altamira e a Comunidade Belo Monte, interrompendo o tráfego de veículos desde a tarde da sexta-feira (2), ocasionando grande engarrafamento de caminhões e veículos.

Avisado, o deputado federal Joaquim Passarinho (PSD-PA) conseguiu contato com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas que imediatamente acionou uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para avaliar os danos e iniciar imediatamente os reparos necessários para reestabelecer o tráfego da região.

Não há notícias se houve vítimas ou danos materiais aos motoristas que passavam pelo trecho no momento do deslizamento.

Usuários da estrada recomendam aos motoristas que estão viajando de Altamira sentido Belo Monte para usarem a melhor opção para contornar o obstáculo, que é desviar a rota no Km 27 e seguir até o Km 55, na altura do travessão do Posto Amigão.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.