Parauapebas

Em Parauapebas, justiça eleitoral diploma prefeito, vice e vereadores eleitos

Aconteceu há pouco, na Câmara Municipal de Parauapebas, a solenidade de diplomação dos eleitos nas eleições de outubro em Parauapebas. A solenidade, muito prestigiada, contou com a presença de representantes …

Aconteceu há pouco, na Câmara Municipal de Parauapebas, a solenidade de diplomação dos eleitos nas eleições de outubro em Parauapebas.

imageA solenidade, muito prestigiada, contou com a presença de representantes da OAB – Subsecção Parauapebas, da Defensoria Pública do Pará, da Polícia Militar, do Ministério Público do Pará, da juíza titular da 2ª Vara de Parauapebas, Eline Salgado, de atuais vereadores, secretários de governo, representantes da Vale, além do juiz eleitoral Líbio de Araújo Moura, titular da 075ª Zona Eleitoral.

A abertura dos trabalhos se deu por volta das 19 horas quando o juiz eleitoral, em discurso muito bem feito, fez um balanço do que foi o pleito eleitoral em Parauapebas. Segundo Líbio Moura, sem a participação dos funcionários do eleitoral, do comandante da PM local e do diretor da Seccional de Polícia Civil, Antônio Miranda e seus colaboradores não teria sido possível conduzir com a lisura que foi essa eleição.

O prefeito eleito, Valmir Mariano Queiroz (PSD) agradeceu a todos que estiveram imbuídos na campanha que culminou com sua vitória e aos mais de 49 mil eleitores que se confiaram a incumbência de dirigir Parauapebas no período 2013/2016.

Segundo o prefeito eleito, o Brasil está mudando  em uma velocidade espantosa. Além de mudar na qualidade de vida, apresenta uma significativa mudança em relação ao tratamento dispensado pela justiça ao políticos, e, pela primeira vez nesse país, os ministros do STF resolvem prender autoridades políticas por desrespeito à coisa pública. Em virtude disso, afirmou Valmir Mariano, é preciso que os políticos também mudem e busquem representar a população sofrida com ações que tentem a melhoria na qualidade de vida desse povo.

O prefeito eleito parabenizou, na pessoa no juiz Líbio Moura, a justiça eleitoral. Segundo ele, o magistrado, com atitudes firmes e justas, não permitiu que o dinheiro fizesse a diferença no pleito eleitoral e, em assim fazendo, equiparou as forças e fez com que o eleitor pudesse escolher a melhor proposta.

Em certo trecho de seu discurso, Valmir afirmou que “não fez promessa alguma durante a campanha no sentido que angariar votos para si, todavia, marcou compromissos com o povo e vai trabalhar para que todos eles sejam cumpridos, especialmente para que os que clamam por água nas torneiras sejam beneficiados”.

O prefeito eleito alertou aos vereadores eleitos que “oposição é importante, mas que ela deve ter como propósito a melhoria na qualidade de vida das pessoas”. Valmir, ainda se referindo ao legislativo, disse que trabalhará ao lado dos vereadores, nunca à frente nem atrás, pois governar Parauapebas é um grande desafio, já que cresce mais que a China.

Finalizando, o prefeito eleito firmou seu compromisso de que “ao final dos quatro anos de sua administração Parauapebas estará melhor, mas, para que isso aconteça, espera contar coma ajuda de todos, principalmente do povo. Só assim, poderá fazer o melhor para Parauapebas”.

Em momento seguinte, o juiz eleitoral fez a entrega do diploma aos 15 vereadores eleitos: Devanir Martins (PP), Bruno Soares (PP), Maridé Gomes da Silva (PSC), Eliene Soares (PT), Odilon Rocha (PMDB), Israel Barros – Miquinha (PT), Arenes Souza (PT), Luzinete Batista (PV), Ivanildo Brás (PDT), João Assi – do Feijão (PP), Antônio Chaves de Sousa – Major da Mactra (PSDB), Jose Francisco Amaral Pavão (PTB), Professor Josineto Feitosa (PSDC), Euzébio Rodrigues (PT) e Dr. Charles Borges (PSD); à vice-prefeita eleita, Maria Ângela da Silva; e ao prefeito eleito Valmir Mariano.

Encerrando os trabalhos, o juiz eleitoral disse que o processo eleitoral 2012 se encerrava ali, com a diplomação. Todavia, alertou que a justiça eleitoral permaneceria alerta para coibir qualquer tentativa, que por ventura viesse a ser feita, para tentar macular o  processo eleitoral, que, segundo ele, dever ser transparente e livre de subterfúgios que possam enganar o eleitor. 

Posse
A posse dos agora diplomados se dará no dia 1º de janeiro de 2013, às 10 horas, na nova sede da Câmara de Vereadores de Parauapebas, localizada no bairro Beira Rio.

3 comentários em “Em Parauapebas, justiça eleitoral diploma prefeito, vice e vereadores eleitos

  1. Marcos Roberto Responder

    Fico feliz com mudança que Parauapebas vai ter com a eleição do senhor Valmir Mariano, desejo que ele faça o melhor conforme as necessidades do povo, atendendo ao que o povo necessita e respeitando pricipalmente a confiança que colocamos nele. O que me decepciona são certas pessoas da comissão de transição assediarem servidores concursados e contratados, ameaçando-os com a tranasferencia para lotações distantes,perseguição política de fato, no caso dos concursados ou com a demissão no caso de contratados.Como servidor e seu eleitor, pois depositei meu voto na sua pessoa, na sua transparencia, peço que verifique as pessoas que estão a frente deste trabalho, tenho certeza que o senhor não sabe como elas estão agindo, e se agem desta forma estão prejudicando sua imagem frente ao servidor. Qual sua opção: entrar com aliados, ou ser visto como tirano? Observe bem, isto, eu e mais 49000 pessoas confiamos no senhor…

  2. Clayton Santos Responder

    Eu ainda quero entender o que foi que aconteceu com o sitio da parabola contada pelo Devanir….kkkkkkk….

Deixe seu comentário