Pará

Em melhor junho da história, Pará derruba RJ, PR, RS e MT e vira 3º maior exportador

China sozinha comprou 700 milhões de dólares em 13 commodities, com destaque para o minério de ferro, a soja, o cobre e o manganês. Pará teve 84 parceiros no mês passado.

Com 1,573 bilhão de dólares transacionados em produtos que florescem no estado, o Pará se tornou o 3º maior exportador nacional em junho, sendo superado apenas por São Paulo (3,543 bilhões de dólares) e Minas Gerais (2,051 bilhões de dólares). É o melhor junho do estado desde que a balança comercial começou a registrar dados das exportações brasileiras. As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu junto ao Ministério da Economia.

No acumulado do ano, entretanto, o Pará é o 7º, com 7,236 bilhões de dólares transacionados, atrás de São Paulo (23,836 bi), Rio de Janeiro (13,91 bi), Minas Gerais (12,151 bi), Rio Grande do Sul (9,088 bi), Mato Grosso (8,533 bi) e Paraná (7,802 bi).

O Blog apurou que o responsável pela guinada econômica paraense no mês foi o minério de ferro, cujas exportações totalizaram 1,085 bilhão saídos de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Curionópolis. Ocorre que a cotação do minério chegou a 115 dólares por tonelada, melhorando sobremaneira o valor do produto paraense que, dado o seu grau de pureza elevado, é até mais caro na China, principal compradora.

A China, aliás, sozinha comprou em junho 700 milhões de dólares em 13 commodities paraenses. Foram 596,1 milhões em minério de ferro; 46,2 milhões em soja; 28,2 milhões em minério de cobre; 17,5 milhões em minério de manganês; e o restante em ferro-ligas, alumínio, couros, carnes, peixes (congelados, frescos, vivos), madeira serrada e minério de estanho.

A Malásia, com 227 milhões de dólares em compras, e a Noruega, com quase 105 milhões, também são grandes apreciadoras dos produtos paraenses. Ao todo, 84 países dos cinco continentes adquiriram produtos paraenses no mês passado. O Blog preparou a lista dos principais importadores das commodities do Pará em junho. Confira!

Deixe seu comentário