Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Em Jacundá, homem meteu a colher em briga de marido e mulher e acabou morto

Marinaldo Nascimento esqueceu o que ensina a sabedoria popular e tentou livrar uma mulher das agressões do marido. Foi esfaqueado pelo homem, que fugiu levando a mulher

O ditado popular “em briga de marido e mulher ninguém mete a colher” parece sábio. Marinaldo da Luz Nascimento, 34 anos, teve a vida ceifada ao tentar acalmar os ânimos de um casal envolvido em uma discussão familiar. O homicídio aconteceu na noite de sábado, 22, no Bairro Boa Esperança. No Boletim de Ocorrência registrado por Mauro Francisco da Luz, irmão da vítima, consta que ele estava em um bar localizado na Rua Francisco Machado quando tentou defender uma mulher que sofria agressão verbal e física de seu companheiro.

Num determinado momento o homem, de identificação desconhecida, armou-se com uma faca peixeira e desferiu um golpe a altura do umbigo de Marinaldo. Uma testemunha que prestou depoimento na Delegacia de Polícia Civil relatou que o casal chegou ao bar por volta de 16h e durante todo o tempo discutia.

“Chegou um momento que o homem tentou acertar uma cadeira na cabeça da mulher, mas foi contido por outro cliente”, contou a testemunha que pediu para não ser identificada pela Reportagem. A vítima teria chegado ao bar para pagar uma conta que havia contraído horas antes. “Marinaldo chegou e percebeu a briga do casal. Ele tentou acalmar o homem, que saiu do bar, abriu o baú da moto e quando voltou estava com uma peixeira na mão”.

Veja também:  Depois de 24 horas corpo de mulher é encaminhado para o IML de Marabá

Golpeado, Marinaldo ainda conseguiu sair do estabelecimento e caiu agonizando no meio da rua por volta de 18h30 de sábado. Enquanto isso, o casal subiu em uma moto e desapareceu da cena do crime. Policiais militares estiveram no local e ao constatar a morte, acionaram a Polícia Civil. O corpo de Marinaldo foi encaminhado ao IML de Marabá, e posteriormente liberado para família.

Deixe uma resposta