Em Carajás, prefeituras pretendem aplicar R$ 11 milhões em serviços médicos

Canaã vai usar R$ 3,2 milhões para contratar médicos e fisioterapeutas para Covid e Eldorado vai desembolsar até R$ 7,9 milhões para contratar uma junta médica para o hospital municipal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em alta nos últimos tempos por conta da pandemia de Covid-19, a contratação urgente de serviços médicos e hospitalares deve irrigar em, pelo menos, R$ 11 milhões esse tipo de mercado com recursos públicos em dois municípios da microrregião de Parauapebas. Nesta terça-feira (15), os governos de Canaã dos Carajás e Eldorado do Carajás fizeram publicar no mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) a intenção de contratação desses serviços em valores apetitosos.

Em Canaã dos Carajás, a prefeitura abriu pregão eletrônico para fechar contrato na próxima sexta-feira de médicos generalistas (3), médicos intensivistas (4) e fisioterapeutas (2). A contratação, cujos plantões serão pagos com recursos do Fundo Municipal de Saúde, é estimada em R$ 3,172 milhões (veja aqui). Os plantões dos intensivistas são orçados em R$ 1,94 milhão; os dos médicos generalistas, R$ 822 mil; e os dos fisioterapeutas, R$ 410 mil.

Segundo a Prefeitura de Canaã, a contratação se deve à necessidade de se antever às incertezas do comportamento epidemiológico da Covid-19 no município nos próximos meses e, principalmente, à insuficiência de profissionais para manter o plano municipal de contingenciamento, bem como para suprir a crescente demanda por atendimento à população no hospital de campanha.

Cálculos realizados pelo Blog do Zé Dudu apontam para o fato de que a Prefeitura de Canaã dos Carajás já desembolsou este ano R$ 1,174 milhão na remoção a outros lugares, por UTI aérea, de pelo menos 21 pacientes que estavam acometidos por Covid-19 em estado grave. Em muitas situações, o município foi obrigado a fazê-lo por decisão judicial.

Pacote de quase R$ 8 milhões

Por seu turno, a Prefeitura de Eldorado do Carajás está credenciando empresa para prestar serviços médicos em seu Hospital Municipal. A demanda do governo é por clínico geral, cirurgião, anestesista, obstetra, cardiologista, cardiologista e ortopedista. O pacote de serviços tem orçamento estimado em R$ 7,908 milhões, com contratação por inexigibilidade (veja aqui). O credenciamento da chamada pública dos prestadores de serviços interessados está previsto para o dia 5 de julho.

Segundo a prefeitura local, a ideia é garantir atendimento de urgência e emergência pré-hospitalar e hospitalar, com previsão de acompanhamento médico, se e quando for exigido pela central de regulação competente. “O serviço médico será prestado nas dependências do Hospital Municipal de Eldorado do Carajás e em eventos que demandem presença de assistência médica de urgência e emergência”, informa o governo local.

A prefeitura alega também que a falta de profissionais médicos especialistas tem sido desafio a todos os lugares para garantir a prestação eficiente de serviços de saúde. Por isso, “contar com um serviço de terceiros que possa promover rapidamente a substituição de profissionais em casos de urgência é um benefício relevante na assistência à saúde”, esclarece.