Eldorado do Carajás: MST interdita BR-155 em protesto contra reintegração de posse da fazenda Cedro

O bloqueio começou por volta de 7h desta segunda-feira (29). A interdição é no trecho entre Marabá e Eldorado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Integrantes do Movimento Sem-Terra (MST) bloqueiam, desde o início da manhã desta segunda-feira (29), a rodovia BR-155, no trecho entre Marabá e Eldorado do Carajás, no sudeste do Pará. Segundo os manifestantes, a interdição é para chamar atenção das autoridades para que não haja a reintegração de posse da fazenda Cedro, que está prevista para ser realizada nesta quinta-feira (2).

Os manifestantes ocupam parte da fazenda, onde montaram o acampamento Helenira Rezende. Segundo o MST, no local moram cerca de 150 famílias.

Usando pneus, que foram incendiados, e segurando faixas, eles pedem para que a área não seja desocupada. Em vídeos divulgados nas redes sociais, motoristas mostram o engarrafamento na área provocado pela interdição.

A rodovia BR-155 é a principal ligação entre o sudeste e sul do Pará. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que acompanha a manifestação, o bloqueio começou por volta de 7h, mas às 9h, após negociação, os manifestantes começaram a fazer liberação parcial, para diminuir o engarrafamento, que já era quilométrico.

A Fazenda Cedro, que está ocupada desde 2008 pelo MST, pertence à Agropecuária Santa Bárbara. A desocupação da área tem sido motivo de batalha entre os proprietários e o MST, que reivindica a propriedade para criação de assentamento. 

Tina DeBord