Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Parauapebas

Educação em Parauapebas apresenta melhores resultados no IDEB

Trata-se do principal indicador de qualidade do ensino brasileiro e é calculado a cada dois anos para o ensino fundamental e, também, para o ensino médio
Continua depois da publicidade

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Parauapebas, tanto para os anos iniciais quanto para os anos finais do ensino fundamental, está entre os maiores do Pará. A informação foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) na manhã da última segunda-feira, 03. “Recebemos com satisfação esta notícia. Vemos nisto a recompensa pelos esforços que envidamos desde o início desta gestão”, afirmou Raimundo Neto, Secretário Municipal de Educação de Parauapebas, dando conta que as formações para todos os docentes, professores, coordenadores e diretores são constantes sendo uma a cada mês.

São nestas formações que, segundo Raimundo Neto, são criadas estratégias específicas para cada escola ou turma, pensando formas para aumentar os índices. Mas, não é apenas em aumentar os índices que demonstra preocupação. Para ele, mantê-los é também se objetivo. “É por isto que não descansamos, mesmo com o resultado obtido”, diz Raimundo Neto, contando que está mapeando as escolas com seus respectivos índices para trabalhar estratégias individuais para buscar elevar os índices das que estão em situações inferiores.

Nas estratégias, segundo o gestor da educação no município, não estão descartadas a remoção de servidores para outras funções ou para outras unidades escolares, além da nomeações ou promoções de acordo com a necessidade, pois, em seu entendimento, mesmo com um time formado por pessoas competentes é preciso saber a aptidão de cada um ou a melhor posição que ele joga (atua).

Quem também comemora o resultado é o vereador Luís Castilho (PROS), líder do governo na Câmara Municipal. Sempre apoiador de iniciativas educacionais, Castilho usou a tribuna da Câmara Municipal e falou do sucesso do gestor da pasta da educação, enaltecendo a capacidade de Antonio Neto e sua equipe. “Não se colhe resultados como este sem o esforço conjunto de toda uma equipe. Por isso, Raimundo Neto está duplamente feliz. Primeiro por ter composto uma equipe que o auxiliou a promover tais melhorias; segundo, exatamente pelas metas alcançadas”, disse Castilho, dando por importante a soma de esforços para auxiliar o secretário a continuar neste esforço.

Veja também:  Escola Paulo Freire realiza projeto “Pai bom de bola, filho na escola”

Situação nas escolas em Parauapebas – Em nível municipal, 13 escolas têm nota igual ou maior que a média local para as séries iniciais. Nesse grupo, constam oito escolas que tiveram Ideb acima de 6, sendo a Cecília Meireles a de melhor desempenho nas séries iniciais, com nota 6,5. Em seguida, aparecem as escolas Paulo Fonteles, com 6,4, e Luiz Magno, com 6,3, acompanhadas de Eduardo Angelim e Elisaldo Ribeiro, ambas com 6,2.

Jozias Leão, com 6,1, mais as escolas Machado de Assis e Carlos Henrique, empatadas com nota 6, completam o pelotão de educação com nível mais elevado. Além delas, as escolas Chico Mendes, Eurides Santana, Irmã Laura e Jean Piaget têm, cada uma, 5,9 de Ideb e são acompanhadas pela Faruk Salmen, com 5,7, que fecha o time dos estabelecimentos dentro da média municipal.

O Ideb de Parauapebas para as séries finais do ensino fundamental ficou em 4,6. Nesse quesito, apenas Altamira e Ulianópolis, ambos empatados com 4,8, superam Parauapebas.

Na rede municipal, nove escolas apresentam Ideb igual ou superior à nota geral do município. Com 5,7, Jozias Leão é a líder nas séries finais, seguida por Luiz Magno, com 5,4, e Monteiro Lobato, com 5,2. Elisaldo Ribeiro e Paulo Fonteles aparecem empatadas, com 5,1.

As escolas Antônio Vilhena, com 4,7, e o trio composto por 18 de Outubro, Sandra Maria e João Evangelista, todas com 4,6, completam o time de unidades de ensino com nota igual ou acima da média local.

Sobre o IDEB – Trata-se do principal indicador de qualidade do ensino brasileiro e é calculado a cada dois anos para o ensino fundamental e, também, para o ensino médio. Para compor o indicador, o MEC considera as notas dos estudantes na prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os índices de fluxo, compilados pelo censo escolar.

Em 2017, o Ideb de Parauapebas para as séries iniciais do ensino fundamental ficou em 5,7. O resultado corresponde à meta projetada para 2021. No Pará, somente Benevides (6,2) e Ulianópolis (6) alcançaram notas maiores, enquanto Paragominas aparece empatado.

Deixe uma resposta