Dupla dinâmica da malandragem presa por fazer farra com o dinheiro alheio

Um deles roubou a bolsa de uma vizinha com um cartão bancário e outro de vale-alimentação e uma folha com as senhas, um vacilo que pagou a diversão dos malandros, porém por pouco tempo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os amigos Felipe Oliveira Santos e Carlos Eduardo da Conceição Evangelista optaram por passar as festas de fim de ano descansando, sem sair para lugar algum. Até porque não vão poder mesmo ir para a rua. Eles foram presos ontem, segunda-feira (10), após terem sido flagrados fazendo a maior farra com o dinheiro alheio.

Quem pagou pela bebedeira foi Taiza Soares Silva, 23 anos, cuja bolsa foi furtada, contendo, entre outros objetos, um cartão bancário de débito e outro de vale-alimentação.

Moradora na Rua São Luís, no Bairro Primavera, ela foi surpreendida por um vizinho, pela manhã, avisada por ele de que alguém havia jogado sua bolsa em frente ao apartamento em que mora.

Ao acessar o aplicativo do banco do qual que é correntista, Taiza constatou que a dupla dinâmica da malandragem já havia feito várias compras com o cartão, inclusive na própria loja em que ela trabalha. Imediatamente, providenciou o bloqueio dos dois cartões e se dirigiu à Delegacia de Polícia Civil, onde registrou Boletim de Ocorrência.

Mais tarde, por volta das 19h, Taiza Silva recebeu ligação de uma amiga, avisando que Felipe Santos e Carlos Evangelista estavam tentando usar o cartão de débito dela em um bar no Bairro Primavera.

Na mesma hora, Taiza se dirigiu ao local e constatou que ambos estavam farreando e já embriagados, reconhecendo Felipe como vizinho dela. Chamou a Polícia Militar e os dois foram presos em flagrante por furto. Com eles foi encontrada uma folha de papel com os dados dos cartões e as senhas. Taiza vacilou!

(Caetano Silva)     

Publicidade