Duas empresas participam da licitação para reconstrução da ponte Moju Cidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Eduardo Carneiro SetranA Secretaria de Estado de Transportes (Setran) fez nesta segunda-feira (8) a abertura das propostas apresentadas pelas empresas Paulitec e Concrejato, de São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente, habilitadas para o serviço de reconstrução da ponte Moju Cidade, que integra o Complexo da Alça Viária. O próximo passo será a análise das propostas e divulgação do resultado no Diário Oficial do Estado.

Segundo o secretário de Transportes, Eduardo Carneiro (foto), a expectativa é concluir a reconstrução até o fim do ano. “Estamos trabalhando na medida do possível para chegar ao fim de dezembro com a obra concluída”, afirmou.

A ponte Moju Cidade foi atingida em março deste ano por uma balsa. No choque, o pilar 14 foi sofreu abalo, provocando o rompimento de parte da estrutura sobre o rio Moju. Desde o incidente, a Setran não mediu esforços no sentido de não interromper ou prejudicar o tráfego de veículos e passageiros na região dos municípios situados ao longo da PA-150 e outras áreas.

Ponte Moju Cidade

Para garantir a mobilidade da população, foram colocadas balsas para a transposição do rio sem custos à população, tanto de veículos leves, pesados, mototaxistas, ciclistas e pedestres. O governo do Estado, por intermédio da Setran contratou empresa especializada para a construção das estruturas metálicas de sustentação, cada uma com capacidade de carga de cerca de 320 toneladas para garantir que nenhum outro abalo ocorra durante a retirada dos lingotes, informou o engenheiro responsável pela obra, Jorge Andrade. (APN)