Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Jornalistas do “Zé Dudu” são homenageados pela Câmara de Marabá

Ao todo, 21 profissionais receberam comenda “Mérito Jornalístico” na primeira sessão para reconhecer importância dos profissionais de Imprensa de Marabá
Continua depois da publicidade

O dia 13 de junho de 2018 marcou a realização da primeira Sessão Solene da Câmara Municipal de Marabá em comemoração ao Dia da Imprensa e entrega de comendas de Mérito Jornalístico às personalidades de destaque na área em Marabá. Entre os 21 profissionais homenageados estavam os jornalistas Ulisses Pompeu e Eleutério Gomes, ambos correspondentes do Blog do Zé Dudu.

O decreto que instituiu a sessão no calendário oficial da Câmara foi do vereador Nonato Dourado e aprovado pelos 21 legisladores. Luciano Dias, secretário de Educação de Marabá, que esteve representando o prefeito municipal, Tião Miranda, enfatizou que a democracia deve muito à imprensa, que é uma ferramenta indispensável para o Estado Democrático de Direito. “A imprensa é protagonista tanto na ascensão quanto na queda de personalidades. A credibilidade da imprensa é responsável por boa parte das mudanças em nossa sociedade. É importante que a informação chegue com responsabilidade. O reconhecimento é devido pelo papel que exercem”.

Com a palavra cedida aos homenageados, o primeiro a subir à tribuna foi Elvan Lopes do Vale, presidente da Associação de Imprensa de Marabá. Ele frisou ser uma honra representar a Imprensa de Marabá. Para ele, o papel do considerado quarto poder é fundamental para os avanços na cidade, e parabenizou o reconhecimento da Câmara aos profissionais e a classe como um todo, pela realização da sessão.

Mascarenhas Carvalho da Luz, fundador do Jornal CORREIO DO TOCANTIS, revelou que ficou muito emocionado com a homenagem e que não acreditava que isso ainda poderia ocorrer nesse momento, em que é “carta fora do baralho”, brincando com relação a não estar exercendo a função de jornalista atualmente.

Todos os homenageados foram condecorados com a Comenda de Mérito Jornalístico. Miguel Gomes Filho homenageou Elhomar Lopes do Vale, e representando o vereador Ray Athie entregou a comenda a Wanderley Mota. Ednaldo Machado condecorou Elioenay Brasil; Elvan do Vale foi homenageado pelo vereador Pedro Corrêa; Fabiane Barbosa foi homenageada pelo vereador Morivaldo Maçal; Priscila Veloso entregou a comenda para Fabiano Moreira Ribeiro; Frank Varão homenageou Fernando Oliveira Guido; Cabo Rodrigo condecorou Gébson Assunção Oliveira; Márcio do São Félix homenageou Izael da Silva Carvalho e entregou, representando o vereador Tiago Koch, a comenda para Eleutério da Silva Gomes; recebeu também o Mérito Jornalístico Graciliano Pereira Silva, das mãos do vereador Gílson Dias; Alecio Stringari homenageou Ildenizaura Silva Cabral; Mariozan Quintão entregou o título a João Carlos Rodrigues; João Freitas foi condecorado pelo vereador Pastor Ronisteu; Cristina Mutran Beliche homenageou Jorge Mutran Beliche.

Irismar Melo homenageou o jornalista Ulisses Pompeu e também representou o vereador Marcelo Alves na homenagem ao redator Patrick Roberto. Irismar ainda falou e entregou as comendas aos homenageados da Mesa Diretora, Mascarenhas Carvalho e vereador Nonato Dourado.

Paulo Henrique dos Santos recebeu o Mérito Jornalístico das mãos do vereador Nonato Dourado; Beto Mirando condecorou Samuel Araújo Costa; Badeco do Gerson homenageou Victor Haôr Corrêa Dias; Ilker Moraes prestou homenagem de Mérito Jornalístico para Weliton Moreira. Por fim, o vereador Alecio Stringari também entregou a comenda à Associação de Imprensa de Marabá.

Comunicação

Jornalista de Parauapebas participa de Conferência Nacional sobre Comunicação e Saúde

A ideia da conferência é reunir jornalistas, blogueiros, coletivos de comunicadores, estudantes, além de conselheiros nacionais, estaduais e municipais de saúde.
Continua depois da publicidade

A jornalista Karine Gomes, de Parauapebas, integra o seleto grupo de 600 participantes que tiveram suas inscrições aceitas para a 1º Conferência Nacional de Comunicação e Saúde, promovida pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), em Brasília, entre os dias 18 e 20 de abril. O evento se realiza no Centro de Convenções Internacional do Brasil (CCIB) e tem como objetivo discutir a democratização do acesso da população às informações sobre saúde.

“Pra mim é uma grande oportunidade de conhecimento e compartilhamento de experiências. Entendo que nós, jornalistas, precisamos abordar os assuntos relacionados à saúde pública com um pouco mais de profundidade e conhecimento, também precisamos contribuir mais com a disseminação de informações sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), muitos usuários sofrem por falta de informação e acabam deixando de ser beneficiado com atendimentos que estão disponíveis na rede pública, é nosso papel contribuir neste sentido com a elaboração de matérias jornalísticas de cunho educativo”, relatou Karine Gomes.

A jornalista escreve para o Blog do Zé Dudu e também já atuou, por seis anos, na Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura da cidade, sendo que os dois últimos anos de atuação foram dedicados ao atendimento das demandas de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Sobre a Conferência

O tema da conferência é “Direito à informação, garantida de direito à saúde”. A ideia da conferência é reunir jornalistas, blogueiros, coletivos de comunicadores, estudantes, além de conselheiros nacionais, estaduais e municipais de saúde.

De acordo com a Resolução nº 540, do CNS, os principais objetivos do evento são: subsidiar as ações do controle social em Comunicação e Saúde; unificar o conceito de acesso à informação ao direito de acesso à saúde; estabelecer parâmetros de comunicação para comunicadores e militantes em Saúde, nas diversas plataformas de produção, edição e disseminação de informações.

A conferência também para servir para lançar as bases de um sistema comum de comunicação em rede, por todo o país, para compartilhamento de informações e experiências em saúde pública, e consolidar uma narrativa em defesa do SUS, a partir de estratégias de disseminação de conteúdo via redes próprias, em contraposição ao discurso negativo da mídia hegemônica.

Programação da Conferência

A abertura do evento foi nesta terça-feira (18), com a presença de vários ex-ministros de saúde, que participaram do ato político de relançamento da carta atualizada dos usuários do SUS. Na terça-feira (19) a programação segue com a formação de mesas em que os participantes debaterão os seguintes temas: desafios de comunicação em saúde; papel da comunicação na defesa da informação em saúde; o SUS na sala de aula; Novas Mídias e o SUS.

No último dia de programação, quinta-feira (20), os temas debatidos serão: informação em saúde como direito; experiência em coletivos de comunicação. Antes da consolidação dos debates realizados pelas mesas, a atriz Ana Petta, protagonista da série médica Unidade Básica, do Universal Channel, falará sobre a experiência do trabalho com o SUS. O encerramento do evento será com a palestra “O preconceito contra o SUS”, com a jornalista Tereza Cruvinel, ex-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Parauapebas

Jornalista Antônio Marcos morre após acidente ainda não explicado

Velório acontece neste domingo (05) a partir das 13 horas na Câmara Municipal de Parauapebas
Continua depois da publicidade

O corpo do jornalista Antônio Marcos, que faleceu ontem (4) depois de cair sozinho na rua e bater a cabeça, será velado na Câmara Municipal de Parauapebas, neste domingo (5), a partir das 13 horas. Os amigos e familiares darão o adeus a um dos primeiros comunicadores da cidade, um profissional que deixará boas lembranças e como marca a paixão pelo jornalismo e o jeito alegre de enxergar a vida. O enterro está programado para esta segunda-feira (6).

A causa da morte ainda não foi oficialmente divulgada pelo IML, mas de acordo com uma postagem de sua irmã em uma rede social, “foi uma fatalidade, ele caiu e bateu a cabeça na região occipital do crânio, o que ocasionou um edema e hemorragia cerebral”. Antônio Marcos foi socorrido ontem pelo Corpo de Bombeiros, mas já chegou sem vida ao Hospital Municipal de Parauapebas.

Paixão pelo jornalismo

De acordo com os amigos e companheiros de trabalho, Antônio Marcos era apaixonado pelo jornalismo. Esse sentimento começou a surgir a partir do seu contato com comunicadores da Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Parauapebas, em 1995, na gestão do então prefeito Chico das Cortinas.

“Ele trabalhava na área administrativa da Ascom. Datilografava como ninguém. Fazia memorandos e outros documentos, na época com uns 19 anos. Ele tinha muita facilidade com os textos, e aí começou a se aproximar da equipe de produção e foi fazendo reportagens, entrevistas e pegando o jeito do trabalho”, disse Edinan Costa, diretor da HD Produções, que foi amigo e parceiro de trabalho do Antônio Marcos por muitos anos.

“Na época, eu, a Clívia Benneti e Raika Lopes éramos repórteres da Ascom. O Antônio Marcos ficava na nossa cola, sempre muito interessado em aprender. Ele gravava nossos off’s pra fazer graça, imitava nossas passagens de vídeo e assim foi, até que a diretora da época começou a treiná-lo e ele pegou gosto pelo jornalismo”, disse Eliane Andrade, também amiga e parceira de trabalho por vários anos.

“Sua primeira atuação como repórter de fato foi no jornal impresso, comigo e o Elipas, no Movimento Regional, de propriedade da Ana Gráfica. Na TV ele estreou no SBT, na época em que o dono da emissora era o Welney Lopes de Carvalho e a diretora era a Kelly. Depois voltamos a trabalhar juntos, na Band, com a direção do Cláudio Feitosa. Nossa equipe de repórteres era eu, Marcos, Jean Teles e Geraldo Pinheiro. Na Band foi onde ele se consolidou como repórter de TV”, acrescentou Eliane Andrade.

Antes de ir para a Band, Antônio Marcos também teve uma experiência muito produtiva em uma emissora de TV de Palmas-TO, afiliada do SBT na época.

Antônio Marcos seguiu como repórter de TV, sendo integrante da equipe do programa Barra Pesada; Em seguida passou a atuar no SBT, onde foi repórter e diretor de jornalismo. Recentemente conciliava as tarefas de repórter do Grupo Correio e de assessoria de comunicação na Ascom da Prefeitura de Parauapebas, coincidentemente, onde toda a sua história com o jornalismo começou.

Antônio Marcos completaria 42 anos de idade, no próximo dia 11 de março e deixa três filhas.

Nota de pesar da Ascom da PMP

A Prefeitura Municipal de Parauapebas, por intermédio da Assessoria de Comunicação (Ascom), lamenta profundamente, com muita tristeza e dor, a morte do jornalista Antonio Marcos dos Santos, 42 anos, que deu entrada no Hospital Municipal de Parauapebas (HMP) já sem vida às 21h45, após um acidente ocorrido no sábado (4).

Antonio Marcos prestava serviço no SBT e na Ascom. O corpo do repórter será velado no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas, a partir das 13 horas deste domingo, de onde sairá para sepultamento às 9h30 de segunda-feira (6).

Solidário, o prefeito Darci José Lermen diz não ter palavras para manifestar a tristeza em ver uma pessoa tão jovem partir e pede a Deus que conforte o coração de amigos e parentes de Antonio Marcos.

A prefeitura está dando todo apoio à família enlutada, neste momento de dor pela perda do ente querido.

Nota de pesar da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas

“A Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop) cumpre o doloroso dever de comunicar a morte do repórter Antônio Marcos dos Santos, 42 anos, que deu entrada no HMP já sem vida às 21h45 deste sábado (4). Antônio Marcos prestava serviço no SBT pela manhã e na Ascom da PMP à tarde. O corpo do repórter será velado no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas, a partir das 13 horas deste domingo, de onde sairá para sepultamento.

Neste momento de dor pela perda repentina do associado Antônio Marcos, a Aicop decreta três dias de luto em suas atividades e se irmana à família enlutada”.