DMTT discute na Acip melhorias para o trânsito de Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Bariloche Silva
O Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas se une a ACIP, CDL, Vale, Ministério Público, Detran e outros órgãos para debater o fluxo de caminhões de carga nas ruas de Parauapebas

Reunião DMTT

Em reunião realizada na sede da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (Acip),

Levindo Ferraz, diretor do DMTT ao comando de sua equipe, fez uma apresentação aos presentes sobre vários aspectos negativos identificados pelo órgão em virtude da ausência de um instrumento legal para que o Departamento de Trânsito fiscalize o grande fluxo de circulação de veículos de carga nas ruas de Parauapebas. Confira alguns: poluição no ar; danos aos canteiros centrais e calçadas; congestionamentos; aumento no risco de acidentes e estreitamento da faixa de circulação; ocupação de vias por tempo desnecessário, entre outros.

Em declarações prestadas à imprensa, Levindo Ferraz afirmou que o objetivo da reunião é de restringir a circulação de veículos de carga em determinadas vias, especificando características dos veículos, dias e horários de restrição de zonas de carga e descarga, através de dispositivo legal próprio. “Imaginamos que seria importante a gente ouvir vários setores da sociedade para reunir sugestões para que não possamos tomar nenhuma medida de impacto para discutir o assunto e disciplinar a situação aos condutores para não trazer nada ruim para todos nós.

Infelizmente o Ministério Público não está aqui representado por alguém e nenhum representante da Câmara Municipal se fez presente”, destacou Levindo.

Acip apoia mudanças

Presente na reunião, Oriovaldo Mateus, atual presidente da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (Acip) afirmou que a entidade está de portas abertas para que o trânsito do município possa apresentar melhoras. “Estamos aqui participando deste momento especial e com certeza iremos dar a nossa contribuição para que o trânsito de Parauapebas possa cada vez mais fruir melhor”, enfatizou o presidente da Acip que está disponibilizando sem nenhum custo o auditório da entidade para que as reuniões sejam realizadas.

Quem também esteve presente na reunião foi o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Parauapebas (CDL), senhor Daniel Lopes, que em sua falação afirmou que o comércio em si sofre com a situação dos caminhões, e que para ele, é possível sim os comerciantes colaborarem, porém “creio que não sei se isso iria solucionar os problemas”, destacou Daniel que mostrou bastante preocupação com o caos que está acontecendo na cidade, motivado pelo sistema de transporte público.

Propostas do DMTT

Na oportunidade, uma equipe do Departamento de Trânsito e Transporte apresentou propostas para amenizar o problemas dos veículos de carga nas ruas de Parauapebas. Confira: Restrição de circulação de veículos de carga em determinadas vias da cidade; Implantação de projeto educativo; Regulamentação de implantação de projeto de engenharia de trafego (sinalização) e fiscalização constante.

Próxima reunião

Para dar continuidade ao debate, que é de interesse de todos, a direção do DMTT marcou uma nova reunião a ser realizada no dia 5 de junho a partir das 19:00 horas no auditório da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (Acip), com o objetivo de elaborar uma proposta provisória a ser implantada no trânsito de Parauapebas.

Publicidade