Disque Denúncia Sudeste do Pará divulga balanço das atividades

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Foi um aumento de 156% nos atendimentos em relação ao ano passado.

O balanço anual de 2015 foi divulgado ainda esta semana (14), pela assessoria de comunicação do Disque Denúncia Sudeste do Pará. Foram mais de 5.690 ligações, 2.424 Atendimentos e 3.266 Denúncias, que ajudaram as autoridades policiais a tirar do convívio social, perigosos criminosos, apreender armas e drogas e a solucionar crimes. 

A central abrange os 39 municípios do sudeste do Pará, e possui duas centrais capacitadas para absorver todo contingente de denúncias e atendimentos provenientes da região, que estão localizadas nos municípios de Marabá e Parauapebas e contam com o aplicativo Whatsapp para recebimento de Web Denúncias. Funcionando de segunda-feira a sábado das 08h às 20h, atende pelos telefones (94) 3312-3350/ (94) 3346-2250 ou através do aplicativo Whatsapp (94) 98198-3350.

“Somente no município de Marabá tivemos um aumento de 156% em relação ao ano passado, além do estado do Pará, também recebemos denúncias oriundas de outros estados. Do total de denúncias registradas na central, 66% delas são de caráter investigativo e 34% trata-se de denúncias imediatas”, informou, a Coordenadora, Hellen Araújo.

O Bairro da Nova Marabá continua liderando o ranking de 41% na lista dos bairros mais denunciados, ficando atrás dos bairros Velha Marabá com 8%, Cidade Nova 5%, São Felix, Liberdade e belo Horizonte 4% e por fim demais bairros com 2% a 3% das denúncias.

Dos mais de 170 tipos de crimes denunciados na central, o Tráfico de Drogas lidera o 1º lugar, 2º Poluição sonora, 3º Roubos/furtos a transeuntes, 4º Localização de Foragidos de justiça e 5º Lixo acumulado. 

Os municípios mais denunciados são: Marabá – PA, Parauapebas -PA, São Domingos do Araguaia – PA, Eldorado dos Carajás-PA, Itupiranga – PA, São João do Araguaia -PA, Nova Ipixuna -PA, Novo Repartimento – PA, Canãa dos Carajás – PA, Xinguara – PA, Curionópolis -PA, Jacundá-PA, Belém-PA, Redenção-PA, Conceição do Araguaia-PA, Ourilândia do Norte-PA, Abel Figueiredo-PA, Araguaína -TO, Esperantina -TO, São luís- MA, Imperatriz- MA e São Paulo.  

O aumento das denúncias se deu após a implantação do aplicativo Whatsapp (94) 98198-3350, que foi implantado em maio deste ano (2015), 40% do aumento das denúncias é graças ao aplicativo.

Ainda em 2015, o Disque Denúncia Sudeste do Pará, auxiliou a recuperar/apreender, 1 Cobra Sucuri; 4 Armas de fogo: 10 Autuações na Delegacia de Polícia, 525 gramas de Crack: 80 pedras de crack; 7 Máquinas caça-níqueis; 1 Balança de precisão;  6 Munições;  23 Prisões; 4 aparelhos celular;  R$ 790,00 em Dinheiro; 3 Veículos; 12m3 de Madeira serrada; 2 carteiras porta-cédulas.

Além de realizar suporte informacional no tange as operações realizadas pelos os órgãos de segurança, segurança pública confeccionando relatórios a respeito de: barulho, venda de bebidas alcóolicas para menores, roubo e furto a transeuntes e homicídios. Relatórios nos quais utilizados na operação “Verão Seguro”, ocorrida nos meses de Julho e Agosto, operação “Itacaiúnas” desempenhada no mês de Novembro, e a operação “Boas Festas” que ainda está sendo realizada e será estendida até a primeira semana de janeiro do ano subsequente, dentre outras.

Outro projeto de suma importância são os “Procurados” e “Desaparecidos”, onde cartazes são divulgados por meio das redes sociais, em que autoridades policiais e pessoas da família através de Boletins de ocorrência, procuram a central, para fins de localização de pessoas. Os cartazes ajudaram a polícia capturar 4 foragidos de justiça e 9 familiares tiverem seus entes queridos localizados.

O Dique Denúncia tem como principal missão, mobilizar a sociedade e fazer com que o cidadão entenda seu importante papel na luta contra a violência, é estimular a população a fornecer as autoridades mais e melhores informações e devolver para o estado, mais e melhores resultados.

Hellen Araújo, finalizou, agradecendo a população, as autoridades policiais e a imprensa pelo apoio. “O nosso agradecimento é para todo cidadão marabaense que entendeu o real valor deste instrumento para a sociedade fazendo sua parte, que é denunciando; as autoridades policiais que combatem o crime, todos os dias se vestem de coragem, mesmo sem saber se voltarão e vão à luta, e lutam incansavelmente pela nossa sociedade; e a toda imprensa que tem papel fundamental para a obtenção de sucesso nesta empreitada, é ela, quem da visibilidade ao projeto e estimula o cidadão a denunciar”.

Continue Denunciando! ANÔNIMATO GARANTIDO!

Publicidade

Relacionados