Direito ao contraditório

Recebi, via e-mail, ponto de vista da blogueira Rosângela Sampaio com relação ao pleito eleitoral para presidente do Brasil e o posicionamento do Blogger sobre o assunto. Acompanhe.: “Zé Dudu, …

Recebi, via e-mail, ponto de vista da blogueira Rosângela Sampaio com relação ao pleito eleitoral para presidente do Brasil e o posicionamento do Blogger sobre o assunto. Acompanhe.:

Zé Dudu, acho você um cara extremamente inteligente, mas infelizmente você também entrou nessa onda de terrorismo para mudar o óbvio, a minha candidata vai ganhar, alias pessoas como nós, pobres, lascados, temos é a obrigação de votar na Dilma

O governo Lula foi sem sombra de dúvidas para e pelos pobres e classe média do Brasil, nem os ricos podem reclamar, afinal eles também foram beneficiados com as transformações positivas que ocorreram no Brasil nos últimos 8 anos.

É fácil criticar quando só se olha o lado negativo das conquistas, e fica emprenhado pelos factóides sem procurar a verdade. Votar na Dilma é uma forma de dizer muito obrigado Presidente Lula, na sua indicação eu confio, afinal o Brasil agora é de todos nós!

Nota do Blogger:

Cara colega, não entrei em onda de terrorismo e se tento mudar o óbvio é porque acho que ele não é, em minha opinião, o melhor para mim e para os meus. Não me considero “pobre, lascado” e por isso não me acho na obrigação de votar em Dilma Rousseff. Até acredito que Serra não é a melhor opção, todavia, meu voto é consciente. Não voto em virtude dos números das pesquisas eleitorais e tampouco porque o antecessor foi bem e merece ser continuado, todo o segundo governo dos que até então se reelegeram foram diferentes do primeiro, quase sempre para pior. Quanto a isso, discordo em muito de sua opinião. Acredito que nos governos do presidente Lula aconteceram grandes transformações para melhor em algumas áreas e em outras foram um enorme desastre, assim como os anteriores.  

Ser para e pelos pobres é muito relativo, minha cara. Fazer um governo assistencialista, que trata o pobre a pão e circo não me parece ser o correto e por isso não comungo com o pensamento. Blindar um político como o PT e os aliados fizeram com Lula também não me parece correto. O que dizer de um presidente que nada sabe quando as coisas erradas acontecem a duas portas de sua sala?

Volto a afirmar, é preciso diferenciar política de governo. Lula foi governante quando manteve o bolsa-família, escola, gás, etc, mesmo que mudando os nomes dos programas. Foi político quando “nunca antes na história desse país” os bancos tiveram tantos lucros, a máquina foi tão acionada em prol de uma candidata, em minha opinião medíocre, sem sal e truculenta.

Vou aqui te fazer uma confissão: sou um viciado! Acordo muito cedo e leio quase tudo que está disponível na net e sobre todos os assuntos. Para citar alguns, O Globo, Estadão, Folha, JB, Correio Braziliense, Migalhas, Valor Econômico, Gazeta Mercantil, Estado de Minas, Jornal do Comercio, Zero Hora, O Liberal, Diário do Pará, Correio do Tocantins, Veja, Isto É, Carta Capital, Exame,  Uol, G1, R7, vários blogs, inclusive o seu, e tantos outros sites. O motivo? me manter atualizado e formar uma opinião sensata, racional e livre de indicações viciadas. Contrariando o que você disse, não estou “emprenhado pelos factóides”, muito pelo contrário, procuro com isso receber várias informações e formar o meu conceito do que é certo e o que é errado.

Respeito e acato a sua opinião de votar na D.Dilma e não pedirei que mude seu voto. Sou um democrata convicto e você já deve ter notado isso. Não sou daqueles que acham que quem está contra o que penso é meu inimigo, acredito e sou fiel ao jargão de que toda unanimidade é burra e proclamo agora que me incluo entre os pouco mais de 20% que não acham Lula o cara. Aliás, sobre isso, penso que no Brasil a grande maioria acha que nosso presidente é Deus. Ele, tem certeza que o é!

Que venha o dia 31 e que se apurem as urnas. Felizmente me encontro em uma situação privilegiada, não morrerei de tristeza se D. Dilma e o gênio da raça ( como diz bem CJK ) vencerem. Também não serei o mais alegre se o Serra for o vitorioso.

Entre os dois, perde o Brasil! Em política tudo é questão de ponto de vista. Esse é o meu.

[ad code=1 align=center]

16 comentários em “Direito ao contraditório

  1. Imparcial Responder

    Resposta.

    Zeze Dudu na verdade votei no 1º turno na Marina Silva e ainda não sei em que votar no 2º, pois acho o Serra muito preparado e a Dilma com a prerrogativa de ser indicada por um governo vencedor, que lógico não credencia ela a ser uma boa presidente, até Domingo decido. No tocante a minha crítica, ratidfico a minha opinião, vocês servem de escada para os poderosos subirem em cima do talento de vocês. Você defende uma maneira de fazer política de uma pessoa com a Dep. BEL que assim como PT nada fez por Prauapebas e você sabe disso. O Demerval é de um talento sem tamanho, porém levanta a bandeira Politica de um individuo como o Raimundo Cabeludo, um forasteiro que se iludiu achando que pode ser prefeito e fazer politica aqui em nossa região, montado em uma ferramenta midiatica, ofertada por José Sarney. Politica é coisa séria. Vamos mostrar a realidade dos fatos e tornar o povo mais consciente, pois só assim teremos um lugar digno pra viver.

  2. PENSADOR Responder

    É uma importante discursão pois até acho que para presidente o País ta bem servido, perfeito não existe vejo duas pessoas bastante qualificada tanto Dilma quanto Serra. Mas para governo do Estado aí amigo a coisa é feia ” pois se correr o bicho pega e se ficar o bicho come” dou um no outro e não quero nada em troco. eita Pará que vai acabar de se afundar.

  3. Imparcial Responder

    Caros “interlocutores” da sociedade Parauapebense, Zeze Dudu e Demerval Moreno, todos nós sabemos que na verdade vocês não dispoem de opinião própria, são obrigados a propagar o pensamento de outros para que possam continuar fazendo o que fazem agora, é lamementavel, pois vocês são talentosos no que fazem. Talvez um dia vocês deixarão de ser lugar-tenente e passaraão a ter “vida” na mídia que desempenham respectivamente.

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Imparcial,

      Será que, se minha opinião fosse a de votar em D. Dilma eu teria opinião própria? Acho que ficou bem claro na postagem que essa é a minha opinião e vc vem aqui me dizer que não a tenho?

  4. Com noção Responder

    Votar em Serra como protesto, ou por falta de um melhor opção; ou, porque, talvez, ele não seja um candidato inventado…Votar por escolha própria e não, por obrigação. Porque, apesar de sermos obrigados a votar, ainda temos o benefício de escolher em quem votar. Ao menos isso, ainda temos… E viva a democracia!

  5. Leitor Assiduo Responder

    Caro Zé,
    Como sempre acompanho tudo que é postado.
    Nesse caso, te aplaudo de pé, pelo texto, pela sua posição.

    E realmente acho uma ignorância uma pessoa escrever que “temos a obrigação de votar em Dilma”, será a ditadura voltando? será que estamos regredindo? ou será um surto desesperado para se eleger alguem a qualquer custo?

    Como você disse que venha o dia 31, e lamentarei pelo meu país caso seja a candidata petista a vitoriosa, não vejo entre os dois o melhor candidato, mas voto também em serra como protesto, e como direito a democracia, de poder escolher livre, sem pressões, e sem obrigação!

    Abraço!

  6. Paulo Fernandes Responder

    Essa devia ser a verdadeira vocação dos blog’s: espaço para articular o debate sobre grandes questões que marcam a conjutura da sociedade, como é o caso das eleições, mas, infelizemente o que se observa não é nada disso. NÃO HÁ NEU TRA LI DA DE! Este é o caso do blog zedudu – e de muitos outros, também -, constatado pelos inúmeros (e estrategicamente) posts colocados na sua página a favor da nobreza tucana. Esquecem-se, antes de tirar partido por A ou B, que a cidade de origem do blog é de uma região onde está uma das maiores jazidas de minérios do mundo, e que de forma lesiva foi entregue por FHC a iniciativa privada, com aval do BNDES. E esse gesto tucano até agora não se traduziu em benefício algum no combate a pobreza da região que é substantiva, a não ser para a própria Vale. Mas, isso já nem conta mais. Entretanto, para apimentar a discussão na seara política, é bom que se diga que o Pará têm hoje o maior ICMS do país por obra e herança do PSDB, graças à chamada “lei Kandir” (proposta pelo então deputado Antônio Kandir-(PSDB-SP), dentre outros motivos por não prejudicar São Paulo). Ora, em grande medida a desoneração de caixa do governo é reflexo dessa privatização e que os tucanos paraenses se portaram de maneira surda e muda diante da Lei Kandir, para não causar constrangimento ao príncipe da sociologia Fernando Henrique, e isso tem um sério implicador quando você percebe que o estado tem uma vocação pra exportação de matérias primas ou semi-elaborados. Se não houvesse essa isenção a tais produtos, a capacidade de investimento do Estado imediatamente duplicaria. Aí eu pergunto: não estaria de alguma forma comprometido o futuro do desenvolvimento dessa região do estado quando ela, porventura, se tornar independente? Viverá apenas de verbas constitucionais e com isso em nada (ou muito pouco) impactará a vida do seu pobre povo? Não acho que a região viverá de administrar um grande buraco, sobra futura do projeto da Vale e desse projeto neo-liberal do PSDB, reeditando dessa forma a triste experiência do projeto americano da Icomi no Amapá. O blog devia servir melhor aos interesses da região, se é isso a que realmente se propõe, posto que percebo, também, a intenção de se propagandear o nascimento de um novo ente federativono. Para isso, torna-se necessário retidão na posição do blog, tratando com mais conspicuidade aquilo que pode ser bom para a região, mas, sobretudo, para o Pará. Não seria o caso de se trazer nesse momento, à lume das discussões, a experiência tucana de mais de uma década para a região, sem esquecer, também, da experiência petista. É isso que o bom senso recomenda e tem-me feito apelar, já a algum tempo nesse blog, a uma posição mais inteligente do blogueiro, que sei que o tem. Por um debate que conscientize o voto, é o que todos queremos, a começar pelo postagem do seu conteúdo.

  7. Nome (obrigatório)Tucuma Responder

    Zé, quanto à opiniao de Rosangela cabe alguns reparos:1) Terrorista é a Dilma, que ja participou de sequestros assaltos, atentados. (so planejava, segundo ela mesma afirma). 2)Ninguem tem obrigaçao de votar em ninguem. 3) transformaçoes ocorreram de fato foram no governo FHC, que domou uma inflaçao de 85% ao mes. Estabilizou a economia. 4) se é uma conquista por que tem lado negativo. 5) Quem deve procurar a verdade é Rosangela, que ou é mal intencionada ou mal informada.

  8. Nome (obrigatório)Tucuma Responder

    Nao tenho obrigaçao de votar em ninguem, muito menos num poste, uma piada, uma caixa vazia espinhenta e agrassiva. Rosangela deve ser uma adolescente ou uma petista recalcitrante. Somente pessoas desinformadas e petistas voltam em Dilma. Zé vc afirma que le muito e é bem informado, entao deve ter notado uma coisa, o porque de lula nao ter feito nada no seu governo alem de nao saber de nada. Dos 2855 dias de governo ele so compareceu em palacio 425 dias os outros, esteve viajando pelo interior do Brasil ou exterior ou seja 85% do tempo ele esteve fora. Não é de admirar pois nunca na vida ele foi afeito ao trabalho, quando operario, arranjou uma boquinah no sindicato e gostava mesmo era de atrapalhar os outros trabalharem. Nunca teve paciencia de ficar 4 horas num banco de escola. Porque esperar que pegasse no batente presidencial?

  9. Nome (obrigatório) Demerval Moreno Responder

    Meu querido amigo Zé,

    Pode soar parcial demais meu apoio e respeito ao seu ponto de vista, uma vez que também comungo da mesma opinião. Porém, me assusta perceber uma certa veia beligerante até nos que são apenas simpatizantes da situação. Até parece que, apenas os que são do lado de lá, é que estão certos; que só os que seguem a procissão é que são abençoados. Penso que o voto em José Serra e Jatene (ou quaisquer outros que fossem adversários), tem um profundo significado enquanto MENSAGEM para o GOVERNO. Para que Lula, PT, Dilma e Ana Júlia, entendam, com humildade, que há uma consideravel parcela da população que tem o DIREITO de PENSAR deiferente.

    Outra constação: quem tem utilizado-se de “armas terroristas” é o governo, impondo um cenário de medo, “caso Serra seja eleito”. E a pior de todas as observações: NUNCA NA HISTÓRIA DESSE PAÍS SE VIU UM PRESIDENTE LARGAR DE GOVERNAR PARA SUBIR EM PALANQUE, GRAVAR PROGRAMA DE TV, FAZER CAMPANHA DE MANEIRA TÃO INTENSA E NERVOSA. Ou as pesquisas estão mentindo ou não basta gahar, TEM QUE MATAR O INIMIGO. Nunca se bateu tanto num adversário como se tem feito com Serra. É preocupante o nível a que se chegou pelo e por causa do PODER. A DEMOCRACIA está AMEAÇADA. Meu voto é pela democracia, pelo direito de escolha. Meu voto é um recado; NÃO À DITADURA!

  10. Helder Igor Responder

    “(…) temos é a obrigação de votar na Dilma”.

    Fico me perguntando o que leva uma pessoa a chegar a esse estado de ignorância.

Deixe seu comentário